- Atualizado em

  • Voltar ao início

  • Todas as imagens da galeria:


Vencedor da primeira edição do Big Brother Brasil, Kléber Bambam conseguiu ser o protagonista do BBB 13. E justamente para não correr o risco de sair do programa "menor do que entrou", o veterano mais famoso entre os participantes trancafiados no Projac decidiu simplesmente abandonar a casa, na manhã deste sábado. Entender com exatidão os motivos de Bambam é difícil. E nem ele próprio parece capaz de dar uma explicação sobre seus motivos - entre eles, certamente uma intolerância à pressão do jogo, à impossibilidade de usar a academia e a dificuldade de cumprir os horários determinados para o sono. Mas Bambam, talvez sem querer, pode ter empurrado o BBB para uma inversão: o público, a partir de agora, observa os brothers restantes e também a solução que Boninho e a produção do programa vão criar para o impasse.

Em resumo, a grande novidade da 13ª edição do BBB começou a dar defeito. Bambam, ícone máximo da brincadeira de ressuscitar uma família de ex-brothers, sai criticando o programa, trocando farpas com a produção e fazendo críticas ao risco que é ficar confinado 90 dias. "Já fui campeão, velho. Sei como é. Estive com a mão na taça. É um risco. Você pode se dar bem, mas também pode sair muito mal daqui", disse, nesta manhã, explicando por que decidiu sair.

LEIA TAMBÉM:

Radar: BBB tem a pior estreia de todas as edições O

s participantes malas estão de volta

Casa de Vidro: o purgatório das subcelebridades

Que deselegante: Casa de Vidro antecipa a baixaria do 'BBB 13'

Enquanto Bambam conversava na área externa da casa, o desabafo incomodou a produção. O som na transmissão pela internet e no pay-per-view foi cortado várias vezes, e os brothers exibiram a já conhecida expressão de que "tem uma voz falando comigo". Nestes momentos, o áudio volta e todos agem como se nada tivesse acontecido, para que o público pense que foi só um problema técnico. Bambam não. Indignado, dirigiu-se para o confessionário, depois de uma dessas broncas, deixando claro que não gostou da "chamada". "O que é, car.....! Só estou conversando com as pessoas, falando dos meus problemas!"

O BBB 13 ficou, assim, bem mais interessante que as últimas edições - e talvez que todas elas. A expectativa sobre qual será a postura dos brothers antigos e o embate com o grupo de novatos é imensa. E o planejamento de Boninho para as provas e brincadeiras que dão nó na cabeça dos brothers terá que mudar. Bambam colocou uma pulga gigante atrás da orelha de Dhomini, Anamara, Natália, Fani e Eliéser. Afinal, "pagar o mico" de novo vale a pena? Será que o público acha que alguém que já ganhou ou participou merece o prêmio?

A intenção da produção de fazer com que os ex-brothers criassem tensão, histórias e interesse desde os primeiros dias funcionou. O que ninguém esperava é que Bambam, o primeiro líder da casa, lançasse a bomba já na primeira semana. Fani, a musa do "uhu Nova Iguaçu", deu uma pista sobre um problema que pode estar atormentando Bambam. "Sei como é. Tomo meus remedinhos desde os 18 anos".

Leia mais:

Ex-BBB, profissão de risco

Na casa de vidro, o purgatório das subcelebridades

Os casais que mais sacudiram o edredom do BBB

Os BBBs mais rejeitados de todas as edições do reality

TAGs:
BBB
Globo
Reality Shows
Rede Globo
Televisão