O cartunista Millôr Fernandes, morto nesta quarta-feira, no Rio de Janeiro, teve longa trajetória em VEJA. Sagaz e implacável, Millôr movimentou a revista com sua coluna nos anos 1960 e 70 e também na primeira década dos anos 2000.

LEIA MAIS:

entrevista de Millôr Fernandes