Música

Cantor Carlos Gardel, ícone argentino, nasceu na França

Documento derruba a teoria sobre origem uruguaia e mostra que o músico nasceu na cidade francesa de Toulouse, em 11 de dezembro de 1890

Carlos Gardel morreu em um acidente de avião na Colômbia, aos 44 anos de idade

Carlos Gardel morreu em um acidente de avião na Colômbia, aos 44 anos de idade (Reprodução/VEJA)

Expoente máximo do tango e ícone argentino, o cantor Carlos Gardel sempre teve sua nacionalidade disputada de forma acirrada pelos vizinhos Argentina e Uruguai. Apaixonados por tango, assim como os argentinos, os uruguaios se orgulhavam de afirmar que Gardel havia nascido no país, na cidade de Tacuarembó, antes de ir para Buenos Aires na infância. O próprio cantor gostava de alimentar a rivalidade afirmando: "Meu coração é argentino, mas minha alma é uruguaia".

A história verdadeira, no entanto, é outra. Um grupo de pesquisadores encontrou um documento que coloca fim às controvérsias e prova que uma outra teoria sobre a cidade natal de Gardel é a correta: o cantor de tangos argentinos nasceu em Toulouse, na França, em 11 de dezembro 1890.  "Encontramos a certidão de nascimento original de Gardel, da prefeitura de Toulouse", anunciou na quarta-feira o argentino Juan Carlos Esteban, que ao lado dos franceses Georges Galopa e Monique Ruffié acaba de editar o livro El padre de Gardel (O pai de Gardel), resultado de uma pesquisa de dez anos sobre a vida do cantor.

Segundo os estudiosos, a mãe de Charles Romuald Gardés – o nome de batismo de Gardel – foi expulsa de casa pela família por ser mãe solteira e fugiu para a Argentina quando Gardel tinha dois anos e três meses. Anos depois, na época da Primeira Guerra Mundial, o cantor, como cidadão francês, deveria se apresentar a um consulado do país europeu em Buenos Aires para ser enviado ao campo de batalha. Sem nenhuma identificação com a França, Gardel ignorou a convocação e ficou em situação irregular, o que se tornou um problema quando sua fama alcançou status internacional e ele passou a receber convites para se apresentar na Europa. Em 1920, o cantor resolveu o contratempo ao conseguir uma certidão de nascimento uruguaia, onde registrou o seu nome artístico: Carlos Gardel.

Para corroborar a teoria, os pesquisadores se valem de outros documentos, como o testamento feito por Gardel em 1933 e depositado em um cofre, onde Toulouse é citada como a cidade natal do cantor.

O pai de Gardel - O grupo de estudiosos diz ainda ter indícios sobre a real identidade do pai do cantor, outro grande mistério que cerca a vida de Gardel. O livro aponta o francês Paul Jean Lassere como o suposto pai do músico. Ele teria se casado seis anos depois da partida do filho ilegítimo para a Argentina e seria pai de duas outras filhas. De acordo com a obra, dois anos depois do nascimento de Gardel, Lassere foi preso em Paris por roubo, cumprindo pena de dois anos.

Carlos Gardel morreu de forma trágica, aos 44 anos de idade, em um acidente de avião da cidade de Medellín, na Colômbia, em 1935.

Assista ao vídeo de Gardel cantando o tango 'Mi Buenos Aires Querido':


(Com agência EFE)

Assinaturas



Editora Abril Copyright © Editora Abril S.A. - Todos os direitos reservados