Mais Lidas

  1. Lula sempre ganhou mensalinho da OAS, diz empreiteiro

    Brasil

    Lula sempre ganhou mensalinho da OAS, diz empreiteiro

  2. Temer monta seu governo: “Quero entrar para a história”

    Brasil

    Temer monta seu governo: “Quero entrar para a história”

  3. Janot pede ao STF que proíba PF de negociar delações

    Brasil

    Janot pede ao STF que proíba PF de negociar delações

  4. A miss-bumbum e o clima de fim da festa no Planalto

    Brasil

    A miss-bumbum e o clima de fim da festa no Planalto

  5. Senadora governista tenta paralisar comissão do impeachment

    Brasil

    Senadora governista tenta paralisar comissão do impeachment

  6. Denúncia contra Dilma não deve ser ampliada, diz Lira

    Brasil

    Denúncia contra Dilma não deve ser ampliada, diz Lira

  7. Leicester City: um pequeno grande time

    Esporte

    Leicester City: um pequeno grande time

  8. Janaína Paschoal: 'Foram anos de falsidade ideológica na nossa cara'

    Brasil

    Janaína Paschoal: 'Foram anos de falsidade ideológica na nossa cara'

2013: o ano em que o armário ficou vazio

- Atualizado em

Atores Wentworth Miller e Lucas Cruikshank, que assumiram a homossexualidade no último dia 21 de agosto
Atores Wentworth Miller e Lucas Cruikshank, que saíram do armário no último dia 21 de agosto(Divulgação/VEJA)

Na última quarta-feira, os atores Wentworth Miller, da série Prison Break, e Lucas Cruikshank, do seriado Fred, da Nickelodeon, assumiram publicamente sua homossexualidade. Miller agiu motivado pela lei antigay da Rússia, que não permite que menores de 18 anos tenham informações sobre a homossexualidade. Além disso, proíbe a adoção de crianças por casais do mesmo sexo e coíbe qualquer tipo de manifestação a favor da união gay. Ao recusar um convite para participar do Festival Internacional de Cinema de São Petersburgo, o ator classificou a lei como "absurda" e afirmou que, sendo um homem gay, não poderia participar do evento.

Já Cruikshank seguiu o movimento de tantos outros e deixou o armário em uma declaração gravada em vídeo e postada no Youtube. A dupla faz parte de um vasto time de famosos que escolheram o ano de 2013 para abrir o jogo e firmar posição sobre a sexualidade, como a americana Jodie Foster, a brasileira Daniela Mercury e até o jovem Wolverine sul-africano Troye Sivan.

2013, o ano em que o armário diminuiu

TAGs:
Daniela Mercury