- Atualizado em

  • Voltar ao início

  • Todas as imagens da galeria:


O Ministério da Educação (MEC) liberou para consulta nesta sexta-feira o boletim de desempenho individual no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2012. Os participantes devem acessar o site da prova e fornecer o número de CPF ou da inscrição, além da senha cadastrada no ato da inscrição. Caso o participante tenha perdido a senha, é possível recuperá-la na própria página do Enem.

Leia também:

MEC divulga o gabarito oficial do Enem 2012

Seis formas de usar a nota do Enem rumo à universidade

Como é calculada a nota do Enem

Confira como as universidades utilizam a nota do Enem

O boletim apresenta o desempenho do candidato nas quatro áreas avaliadas. São elas: linguagens, matemática, ciências humanas e da natureza, além da nota de redação. O Enem 2012 foi aplicado entre os dias 3 e 4 de novembro para cerca de 5 milhões de estudantes.

Vale lembrar que o Enem é corrigido segundo a Teoria da Resposta ao Item (TRI), um método internacionalmente difundido em que a nota final não é resultado da simples soma do número de questões que o participante acerta. Isso porque nem todas questões têm o mesmo valor.

Se o participante acerta somente questões difíceis, sinaliza ao sistema de correção inconsistência no domínio da disciplina avaliada, pois a TRI considera que o conhecimento necessário à resolução dos testes fáceis é um pré-requisito à solução dos mais complexos. Em uma situação como essa, portanto, o sistema avalia que é alta a probabilidade de o acerto ser fruto da sorte (ou de boa mira para o "chute").

Para ajudar os participantes a entender melhor como é caculada a nota do Enem, o Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais (Inep), autarquia do MEC, divulgou nesta sexta-feira uma cartilha sobre a TRI e os métodos de correção da avaliação nacional. O material está disponível para download.

Com a nota do Enem em mãos, os estudantes poderão se inscrever no Sistema de Seleção Unificada (Sisu) a partir de 7 de janeiro. O Sisu é o programa que seleciona estudantes para instituições públicas de ensino superior com base exclusivamente na nota do Enem. Para o primeiro semestre de 2013 estão sendo oferecidas quase 130.000 vagas em mais de 3.500 cursos e 101 universidades e institutos. Os interessados têm até o dia 11 para fazer a inscrição no sistema.

Também com a nota do Enem será possível concorrer a uma das bolsas do Programa Universidade para Todos (ProUni). O cronograma de inscrições deve ser divulgado pelo MEC no início de próximo mês. Além disso, o Enem auxilia na disputa de bolsas do programa Ciência sem Fronteiras, na obtenção de financiamento estudantil e serve como bônus em diversos vestibulares de universidades públicas e privadas.

Falha técnica - Na tarde de quinta-feira, uma falha no sistema do MEC permitiu que alguns estudantes tivessem acesso antecipado à nota de redação do Enem 2012. Isso porque, por volta das 16h o ministério realizava os últimos procedimentos para a divulgação oficial dos resultados. Durante as últimas etapas da fase de testes, os resultados da prova de redação ficaram visíveis aos participantes que estavam na página no momento.

*Atualizada às 10h35

Leia também:

MEC divulga o gabarito oficial do Enem 2012

Seis formas de usar a nota do Enem rumo à universidade

Como é calculada a nota do Enem

Confira como as universidades utilizam a nota do Enem

TAGs:
Ministério da Educação
Educação