Tarja Enem e Vestibulares

Ensino médio

Enem 2012: inscrições começam nesta segunda-feira

Interessados têm até o dia 15 de junho para preencher o formulário eletrônico. As provas acontecem nos dias 3 e 4 de novembro

Laryssa Borges
Estudantes chegam para o segundo dia de provas do Enem, em Porto Alegre

Estudantes chegam para o segundo dia de provas do Enem, em Porto Alegre (Wesley Santos/AE)

O Ministério da Educação (MEC) anunciou nesta quinta-feira que as inscrições para o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2012 serão abertas na próxima segunda-feira, às 10h. Os interessados terão até o dia 15 de junho para preencher o formulário eletrônico disponível no site do MEC. Asssim como nos últimos anos, a taxa é de 35 reais e deve ser paga até 20 de junho. Alunos do terceiro ano do ensino médio da rede pública estão isentos.

Leia também:
Saiba como se preparar para o Enem e os vestibulares

O vazamento do Enem 2011

As provas acontecem nos dias 3 e 4 de novembro, e o gabarito oficial será publicado no dia 7 do mesmo mês. Ainda segundo o cronograma, os resultados dos participantes estarão disponíveis a partir de 28 de dezembro. O edital completo com todas as regras do Enem 2012 será publicado na edição de sexta-feira do Diário Oficial da União.

Redação – O MEC anunciou também nesta quinta-feira mudanças nos critérios de avaliação da redação. Pelo novo sistema, cada prova será corrigida por dois corretores independentes, que avaliarão cinco competências. Caso as notas atribuídas pelos dois corretores apresentem diferença igual ou superior a 200 pontos, um terceiro profissional terá acesso à prova. Até o ano passado, a margem era de 300 pontos (a nota final do Enem varia de 0 a 1.000). 

Caso a discrepância permaneça, o texto será enviado a outra banca examinadora, composta por três outros avaliadores, que dará a nota final. Para esclarecer corretores e estudantes sobre os novos critérios de avaliação, o MEC vai disponibilizar uma cartilha na internet a partir de julho. "É uma nova grade de análise, que dá um salto de qualidade no que nós tínhamos", disse o ministro da Educação, Aloizio Mercadante. “Buscamos a maior objetividade possível em um texto, para que se dê segurança aos estudantes do rigor da correção e dos procedimentos.”

As competências avaliadas nos textos incluem domínio da norma padrão da língua portuguesa, compreensão da proposta de redação, organização e interpretação de informações e argumentos em defesa de um ponto de vista, demonstração de conhecimento dos mecanismos linguísticos para a construção da argumentação e elaboração da proposta para a solução do problema abordado.

De acordo com Mercadante, o Termo de Ajustamento de Conduta (TAC), assinado pelo MEC e pelo Ministério Público em agosto de 2011, que previa acesso universal à redação do Enem 2012, será respeitado. Ou seja, todos os estudantes poderão ver a correção de sua dissertação. O acesso, ressalta o MEC, terá finalidade pedagógica. Em resumo: a nota final não poderá ser contestada. A logística da operação ainda está sendo discutida. 

Na última edição do Enem, o Inep, autarquia do MEC responsável pela exame federal, foi confrontado com processos judiciais de candidatos que criticaram as avaliações. É o caso de uma estudante carioca que recebeu três notas diferentes: 800 (do primeiro corretor), 0 (do segundo) e 440 (do terceiro). Na última semana, o estudante Iago Técio da Silva de Sousa, do Ceará, conseguiu na Justiça o direito de ter acesso à redação.

Certificado Outra mudança anunciada diz respeito aos estudantes que buscam com o Enem a certificação de conclusão do ensino médio. Eles terão de obter um melhor desempenho na prova para conseguir o diploma. A pontuação mínima necessária subiu de 400 para 450 pontos em cada uma das áreas de conhecimento, além de 500 pontos na redação.

Mercadante foi novamente questionado acerca da promessa do MEC de realizar o Enem duas vezes ao ano. O projeto inicial era lançar as duas avaliações anuais em 2012. O ministro disse apenas que abordará o tema em outra oportunidade e que ainda é cedo para trazer assunto à mesa de debates. 

Leia também:
Saiba como se preparar para o Enem e os vestibulares

O vazamento do Enem 2011

Assinaturas



Editora Abril Copyright © Editora Abril S.A. - Todos os direitos reservados