Mais Lidas

  1. Temer revoga decreto de Dilma e restitui poder às Forças Armadas

    Brasil

    Temer revoga decreto de Dilma e restitui poder às Forças Armadas

  2. Como o médium João de Deus venceu o câncer

    Brasil

    Como o médium João de Deus venceu o câncer

  3. Funaro ameaçou atear fogo em casa de delator com os filhos dentro, diz PGR

    Brasil

    Funaro ameaçou atear fogo em casa de delator com os filhos dentro,...

  4. PF descobre laços impróprios entre Toffoli e empreiteiro do petrolão

    Brasil

    PF descobre laços impróprios entre Toffoli e empreiteiro do petrolão

  5. Advogada liga Toffoli e Gilberto Carvalho a máfia do DF

    Brasil

    Advogada liga Toffoli e Gilberto Carvalho a máfia do DF

  6. Justiça manda Cachoeira e Cavendish para prisão domiciliar

    Brasil

    Justiça manda Cachoeira e Cavendish para prisão domiciliar

  7. Doleiro diz ter vídeos que provam negociação de propinas para PMDB

    Brasil

    Doleiro diz ter vídeos que provam negociação de propinas para PMDB

  8. Muro da mansão de Zuckerberg no Havaí irrita moradores locais

    Mundo

    Muro da mansão de Zuckerberg no Havaí irrita moradores locais

Tombo do petróleo faz Bovespa ter perda de mais de 5% na semana; Petrobras despenca

Mercados passaram esta sexta-feira sob a influência do preço do barril da commodity, que fechou abaixo de 30 dólares pela primeira vez desde 2004

- Atualizado em

Pregão eletrônico da Bovespa em São Paulo
Pregão eletrônico da Bovespa em São Paulo(Reinaldo Canato/VEJA)

O principal índice da Bovespa fechou em queda nesta sexta-feira, pressionado pelo cenário negativo no exterior e com o petróleo Brent recuando abaixo de 29 dólares o barril. De acordo com dados preliminares, o Ibovespa caiu 2,47%, a 38.524 pontos, menor patamar desde 9 de março de 2009. Na semana, a bolsa acumulou perda de 5,14%.

No pior momento desta sexta, o Ibovespa caiu 3,83%, recuo que o levou a 37.986 pontos. O volume financeiro no pregão somava 4,9 bilhões de reais nesta sexta-feira. A Petrobras, um dos destaques negativos do dia, teve forte queda. Os papéis ON (com direito a voto) caíram 7,19%, para 6,71 reais, e os PN recuaram 9,14%, para 5,17 centavos.

O barril de petróleo Brent para entrega em março fechou nesta sexta-feira em forte queda, de 6,7%, no mercado de futuros de Londres, cotado a 28,94 dólares.. Com isso, o preço do barril terminou uma sessão abaixo da barreira de 30 dólares pela primeira vez desde fevereiro de 2004.

O dólar também passou a sexta-feira sob influência do mau humor externo. A moeda americana subiu 1,19%, a 4,04 reais, acumulando uma pequena alta na semana, de 0,14%.

"Os mercados globais como um todo sofreram muito hoje, é um dia de pânico. Na realidade, é um pouco surpreendente que o dólar tenha subido só isso aqui", afirmou o gerente de câmbio de uma corretora nacional.

O índice acionário de Xangai encerrou esta semana no menor nível desde dezembro de 2014, pressionado por dados de crédito piores que o esperado. O tombo das ações chinesas vem alimentando preocupações com a saúde da segunda maior economia do mundo e reduzindo a demanda por moedas ligadas a commodities.

Leia mais:

EUA exportam petróleo pela primeira vez em 40 anos

(Da redação)