- Atualizado em

Posto de gasolina Shell
Shell: exploração de gás de xisto no Brasil(Divulgação/Shell/VEJA)

A Shell pretende perfurar em 2013 o primeiro poço para prospectar gás de xisto (shale gas) em Minas Gerais, no Vale do Rio São Francisco, informou nesta segunda-feira o presidente da multinacional no Brasil, André Araujo. "Estamos explorando nossos primeiros blocos na área on shore em Minas Gerais, na Bacia do São Francisco. Fizemos a sísmica e faremos a primeira perfuração no ano que vem", afirmou Araujo, após participar de debate na Rio Oil & Gas, evento de negócios do setor.

Ainda é cedo para estimar potencial de produção, mas Araujo defendeu a exploração de gás não convencional (como o de xisto) mesmo com a possibilidade de ampliação da produção de gás com a exploração do pré-sal. Segundo ele, a tecnologia tem tornado o gás não convencional cada vez mais barato.

O executivo destacou também a importância da exploração de gás para a companhia. Segundo ele, a Shell caminha para ver sua produção de gás superar a de petróleo. Contudo, isso não significa deixar o petróleo de lado, por causa do gás. A Shell produz 60 mil barris de petróleo por dia. "Queremos gás e queremos óleo. Por isso, as rodadas são tão importantes. São importantes para o país, geram empregos, trazem benefícios e a cadeia de óleo e gás é uma engrenagem com muitas peças e você precisa de regularidade, inclusive para os fornecedores", disse Araujo.

(Com Agência Estado)

TAGs:
Combustivel
Gás