Crescimento econômico

Comércio

Setor de eletrônicos projeta aumento de 15% nas vendas em 2011

Fabricantes comemoraram recorde de 11,5 milhões de televisores vendidos em 2010

Depois de comemorar a venda recorde para os varejistas de mais de 11,5 milhões de televisores em 2010, a indústria de eletroeletrônicos começou este ano animada. A Eletros, entidade que reúne os fabricantes do setor instalados no país, projeta para 2011 os mesmos índices previstos no ano passado, com crescimento de 15% em eletrônicos, 10% no setor de portáteis e 7% na chamada linha branca (fogões, geladeiras, lavadoras e freezers).

"As fábricas estão recompondo seus estoques, depois das vendas de fim de ano, que foram muito fortes", afirma Wilson Périco, presidente do Sindicato das Indústrias de Aparelhos Elétricos, Eletrônicos e Similares (Sinaees) do Amazonas. "Todos os sinais são de que o ritmo vai continuar bom no primeiro semestre", acrescenta.

Os dados mais recentes da Superintendência da Zona Franca de Manaus (Suframa), divulgados nesta terça-feira, mostram que até novembro o faturamento de televisores com tela de cristal líquido (LCD) teve crescimento de 121,86% e atingiu a marca de 7,711 milhões de unidades vendidas em 11 meses, ante 3,475 milhões comercializadas no mesmo período de 2009.

As vendas de televisores com tela de plasma cresceram 39,62%, de 287,2 mil para 401 mil aparelhos no acumulado de 2010. Sem contar os televisores com iluminação traseira por LED, o faturamento dos 11 meses somou 11,5 milhões de aparelhos. No período, foram vendidos 3,4 milhões de TVs tradicionais de tubo, quase 30% a menos do que em 2009. 

(com Agência Estado)

Assinaturas



Editora Abril Copyright © Editora Abril S.A. - Todos os direitos reservados