Mais Lidas

  1. Doleiro ligado a Eduardo Cunha é preso em operação da Lava Jato em Brasília

    Brasil

    Doleiro ligado a Eduardo Cunha é preso em operação da Lava Jato em...

  2. Membros do Estado Islâmico que fugiam de Fallujah são dizimados no Iraque

    Mundo

    Membros do Estado Islâmico que fugiam de Fallujah são dizimados no...

  3. Turista alemão morre ao tentar tirar selfie em Machu Picchu

    Mundo

    Turista alemão morre ao tentar tirar selfie em Machu Picchu

  4. PF descobre laços impróprios entre Toffoli e empreiteiro do petrolão

    Brasil

    PF descobre laços impróprios entre Toffoli e empreiteiro do petrolão

  5. Renan desengaveta projeto que define crimes de abuso de autoridade

    Brasil

    Renan desengaveta projeto que define crimes de abuso de autoridade

  6. Envenenamento causou morte de empresário investigado na Operação Turbulência

    Brasil

    Envenenamento causou morte de empresário investigado na Operação...

  7. Em imagens, o vestido da discórdia em Wimbledon

    Esporte

    Em imagens, o vestido da discórdia em Wimbledon

  8. STF suspende ações de juízes do Paraná contra o jornal 'Gazeta do Povo'

    Brasil

    STF suspende ações de juízes do Paraná contra o jornal 'Gazeta do...

Petrobras reduz perdas, mas recua quase 5% e puxa baixa na Bovespa

Queda do petróleo e incertezas sobre a taxa de juros afetaram o ânimo dos investidores durante todo o dia

- Atualizado em

Pregão eletrônico da Bovespa em São Paulo
Pregão eletrônico da Bovespa em São Paulo(Reinaldo Canato/VEJA)

A Bovespa fechou em baixa nesta quarta-feira, influenciada pelas fortes perdas da Petrobras - que, por sua vez, tem sentido os efeitos da desvalorização do petróleo. O Ibovespa, principal índice da bolsa brasileira, caiu 1,19%, para 37.605 pontos. O volume financeiro somava 4,7 bilhões de reais.

A forte aversão ao risco no ambiente financeiro global, em meio à queda do preço do petróleo para menos de 27 dólares o barril, tem afetado os mercados em todo o mundo.

As ações preferenciais (sem direito a voto) da Petrobras recuaram 4,94%, para 4,43 reais. Os papéis ordinários, por sua vez, caíram 3,58%, para 5,93 reais. Durante a sessão, as ações preferenciais da Petrobras chegaram a caior mais de 8%.

A incerteza sobre a taxa de juros também teve influência sobre o humor dos investidores. O Comitê de Política Monetária (Copom), do Banco Central, decide nesta quarta a nova taxa Selic, que atualmente é de 14,25%.

Leia mais:

Incerteza sobre juros faz dólar subir e fechar a R$ 4,10

Após fala de Tombini, decisão sobre juros nesta quarta virou grande incógnita

(Com Reuters)