tarja-rio+20

Turismo

Hotéis no Rio voltam a ter quartos para a Rio+20

Reservas feitas para o evento mas não confirmadas voltam a ficar disponíveis, depois de reunião de representantes do governo federal com empresários

A fachada do Copacabana Palace, um dos hotéis preferidos pelas estrelas internacionais que visitam o Rio de Janeiro

A fachada do Copacabana Palace, um dos hotéis preferidos pelas estrelas internacionais que visitam o Rio de Janeiro (Renata Xavier/VEJA)

Os hotéis de alto padrão no Rio de Janeiro voltaram a ter quartos disponíveis para o período de 13 a 19 de junho, quando vão acontecer as primeiras reuniões da Rio+20, conferência da ONU sobre ambiente. Os quartos haviam sido bloqueados para o evento, mas muitos não tiveram as reservas confirmadas devido às altas tarifas e à obrigatoriedade de pagar por um pacote por todos os dias do evento.

As delegações queriam reservar diárias para dias específicos. O governo participou quarta-feira de uma reunião com a Terramar, operadora de turismo oficial do evento, e empresários do setor hoteleiro, quando foi decidida a redução de tarifas e a permissão para reservas em datas específicas.

Para o período principal da conferência, de 20 a 22 de junho, todos os 7.285 apartamentos bloqueados pela Terramar em hotéis de luxo e de categoria superior serão ocupados. No período entre 13 e 19 de junho, pelo menos 3.500 quartos que haviam sido bloqueados, mas não tiveram as reservas confirmadas, voltariam a estar disponíveis a partir desta quinta-feira.

Entre as cinco redes de hotéis consultadas pela reportagem, duas ofereciam vagas e três continuavam lotadas nesta quinta-feira. Pelo site, a rede Windsor oferece vagas em quatro hotéis, dois em Copacabana e dois no centro do Rio. A diária para casal varia de R$ 438 a R$ 933, conforme o hotel escolhido. O hotel Marriott de Copacabana também tem vagas para os dias 13 a 19, e a diária para casal custa R$ 1.389. Os seis hotéis da rede Othon situados no Rio permanecem lotados. As duas unidades da rede Caesar Park, em Ipanema e Botafogo, e o hotel Pestana, em Copacabana, também não têm vagas para o período entre 13 e 19 de junho.

(Com Agência Estado)

 

LEIA TAMBÉM:

Conheça o calendário da Rio+20

Dilma preocupada com a Rio+20

Assinaturas



Editora Abril Copyright © Editora Abril S.A. - Todos os direitos reservados