Mais Lidas

  1. Brasileiro que desenhava para a DC é demitido após comentário sobre caso de estupro

    Entretenimento

    Brasileiro que desenhava para a DC é demitido após comentário sobre...

  2. Lewandowski interferiu em processo para ajudar o PT e a presidente Dilma

    Brasil

    Lewandowski interferiu em processo para ajudar o PT e a presidente...

  3. Morte no Everest: 'Você se importa se eu continuar?'

    Mundo

    Morte no Everest: 'Você se importa se eu continuar?'

  4. Lula sabia que mensalão era propina, diz Corrêa em delação

    Brasil

    Lula sabia que mensalão era propina, diz Corrêa em delação

  5. Janaina Paschoal: rotina de isolamento pós-impeachment

    Brasil

    Janaina Paschoal: rotina de isolamento pós-impeachment

  6. Temer escolhe Aloysio Nunes para líder do governo no Senado

    Brasil

    Temer escolhe Aloysio Nunes para líder do governo no Senado

  7. Relator confirma pedido de cassação de Cunha, que age para afastar presidente do Conselho

    Brasil

    Relator confirma pedido de cassação de Cunha, que age para afastar...

  8. Operador do PMDB, filho de Sérgio Machado fecha acordo de delação

    Brasil

    Operador do PMDB, filho de Sérgio Machado fecha acordo de delação

Governo já recebeu R$ 11 bi de leilão de hidrelétricas

Recursos depositados nesta segunda-feira ajudarão o governo a tentar cumprir a meta de superávit primário de 2016, de 0,5% do PIB

- Atualizado em

Torres de transmissão de energia em Santo Antônio do Jardim, em São Paulo
Governo arrecadou R$ 17 bi em outorgas, e os R$ 6 bi restantes deverão ser pagos em até 180 dias(Paulo Whitaker/Reuters)

O governo recebeu nesta segunda-feira os 11 bilhões de reais referentes a concessões de hidrelétricas leiloadas no fim de novembro. A informação foi confirmada nesta terça pelo secretário-executivo do Ministério de Minas e Energia, Luiz Eduardo Barata.

"Esse pagamento autoriza a assinatura dos contratos que ocorrerá nesta terça-feira", disse o executivo antes de uma cerimônia com as companhias, na sede do ministério em Brasília. O leilão de hidrelétricas existentes promovido pelo governo federal em 25 de novembro superou expectativas e vendeu todos os ativos oferecidos, com uma arrecadação de 17 bilhões de reais em bônus de outorga por usinas que somam 6 mil megawatts em potência.

Os recursos depositados na segunda-feira ajudarão o governo a tentar cumprir a meta de superávit primário de 2016 do setor público consolidado, equivalente a 0,5% do Produto Interno Bruto (PIB).

Os 11 bilhões de reais estavam previstos para entrar nos cofres da União no ano passado, mas o governo preferiu adiá-los para 2016 após o Congresso Nacional dar aval para que o país registrasse déficit primário de cerca de 120 bilhões de reais em 2015.

Leia mais:

Sair do vermelho supera perder peso entre prioridade de brasileiros para 2016

Empresas aéreas acumulam prejuízos R$ 13 bi desde 2011

(Com Reuters e Estadão Conteúdo)

TAGs:
Eletricidade
PIB
Ministério das Minas e Energia