Inflação

Mercado eleva previsão para IPCA de 2013

Apesar das projeções para a inflação deste ano se manterem em 5,24%, mesma da semana anterior. Para 2013, a estimativa para o IPCA subiu de 5,02% a 5,11%

Inflação

Para 12 meses, a estimativa para o IPCA subiu a 5,28%, após 5,27% no relatório anterior (Noel Hendrickson)

O mercado financeiro manteve suas previsões para a inflação neste ano, mas elevou a estimativa para a alta dos preços em 2013, mostrou o relatório Focus do Banco Central nesta segunda-feira. As projeções indicam que o Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) irá fechar 2012 em 5,24%, a mesma projeção da semana anterior.

No entanto, o prognóstico para 2013 subiu a 5,11%, contra 5,02%. Para 12 meses, a estimativa para o IPCA subiu ligeiramente a 5,28%, após 5,27% no relatório anterior.

Já a previsão para a taxa básica de juros, a Selic, para o fim desse ano foi mantida em 9,5% ao ano. Hoje a taxa está em 10,5% ao ano. Para 2013, também não houve alteração, e a estimativa permaneceu em 10,50% ao ano.

PIB - O mercado financeiro manteve a previsão de crescimento da economia brasileira. De acordo com a pesquisa Focus, foi mantida a expectativa de que o Produto Interno Bruto (PIB) de 2012 avance 3,30%, aposta repetida pela terceira pesquisa seguida. Para 2013, analistas seguem com a aposta de crescimento de 4,10%, número repetido há duas semanas. Há um mês, o mercado previa expansão de 3,27% e 4,15%, respectivamente, para cada ano.

O levantamento semanal mostra ainda que a mediana das expectativas para o crescimento da produção industrial em 2012 reagiu após três semanas consecutivas de piora das e subiu de 2,50% para 2,60%. Quatro semanas antes, economistas trabalhavam com crescimento industrial de 3%. Para 2013, a expectativa de avanço do setor industrial também subiu e passou de 4% para 4,05%.

Analistas reduziram ainda a previsão para o indicador que mede a relação entre a dívida líquida do setor público e o PIB em 2012, de 36,70% para 36,20%. Para 2013, a expectativa caiu de 35,05% para 35%. Há quatro semanas, as projeções estavam em, respectivamente, em 36,95% e 35,80% do PIB para cada um dos dois anos.

Câmbio - O mercado financeiro manteve todas as projeções para o dólar em 2012 e 2013 na pesquisa Focus. De acordo com o levantamento, a previsão para a taxa de câmbio no fim de 2012 e também no fim de 2013 foi mantida em R$ 1,75. A previsão para o dólar no fim deste ano foi mantida pela terceira pesquisa seguida. Para 2013, a aposta segue inalterada há 12 semanas. Há um mês, o mercado projetava o dólar a 1,80 real no fim de 2012 e a 1,75 real no ano seguinte.

Para o câmbio médio, o cenário é idêntico. A previsão de dólar médio em 2012 e também em 2013 é de 1,75 real. Há um mês, analistas previam câmbio médio de 1,78 real em 2012. Para 2013, a expectativa segue inalterada há oito semanas.

(Com Agência Estado e Reuters)

Assinaturas



Editora Abril Copyright © Editora Abril S.A. - Todos os direitos reservados