Mais Lidas

  1. "Quando encontrar meu corpo, avise meu marido e minha filha"

    Mundo

    "Quando encontrar meu corpo, avise meu marido e minha filha"

  2. Sonia Abrão abandona programa após ouvir choro

    Entretenimento

    Sonia Abrão abandona programa após ouvir choro

  3. Para Lula, eleição de Dilma foi seu erro mais grave, revela novo áudio

    Brasil

    Para Lula, eleição de Dilma foi seu erro mais grave, revela novo áudio

  4. Veja fotos da casa onde adolescente foi estuprada no Rio

    Brasil

    Veja fotos da casa onde adolescente foi estuprada no Rio

  5. Paixão, obsessão e morte

    Entretenimento

    Paixão, obsessão e morte

  6. Comercial chinês de sabão é acusado de ser o mais racista da história

    Mundo

    Comercial chinês de sabão é acusado de ser o mais racista da história

  7. Alvo de investigação, sobrinho de Lula é processado por calotes em série

    Brasil

    Alvo de investigação, sobrinho de Lula é processado por calotes em...

  8. Marido toma gosto e posta nova foto sensual de Luana Piovani

    Entretenimento

    Marido toma gosto e posta nova foto sensual de Luana Piovani

Desemprego atinge 8,2% e tem maior taxa para fevereiro desde 2009

Resultado é maior do que o registrado em janeiro, de 7,6%, e também superior ao visto em fevereiro de 2015, de 5,8%, segundo dados da PME

- Atualizado em

Carteira de trabalho
Em fevereiro, a população desocupada cresceu 7,2% em relação a janeiro e alcançou 2 milhões de pessoas(Camila Domingues/Palácio Piratini/Fotos Públicas)

O desemprego no Brasil atingiu 8,2% em fevereiro, índice maior do que o registrado em janeiro, de 7,6%, e também superior ao visto em fevereiro de 2015, de 5,8%, segundo informou o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), nesta quarta-feira. O resultado foi o maior para o segundo mês do ano desde 2009, quando chegou a 8,5%. Considerando todos os meses, é a mais elevada desde maio de 2009, quando ficou em 8,8%.

A Pesquisa Mensal de Emprego (PME) abrange o mercado de trabalho nas seis principais regiões metropolitanas do país. A expectativa em pesquisa da Reuters era de que a taxa chegaria a 8,1% por cento no mês na mediana das previsões.

Em fevereiro, a população desocupada cresceu 7,2% em relação a janeiro e alcançou 2 milhões de pessoas. Já na comparação com o mesmo mês de 2015, o aumento foi de 39%. Já a a população ocupada foi estimada em 22,6 milhões, uma queda de 1,9% em relação ao mês anterior e de 3,6% sobre fevereiro do ano passado.

Já o rendimento médio real dos trabalhadores foi estimado em 2.227 reais. Este resultado ficou 1,5% menor do que o estimado em janeiro (2.262 reais) e 7,5% abaixo do apurado em fevereiro de 2015 (2.407 reais).

Entre os setores, o comércio foi a atividade que mais dispensou, com queda de 3,9% no número de trabalhadores em relação a janeiro, ou 177 mil pessoas demitidas.

"A notícia desfavorável que ficou evidente foi a queda na ocupação. São cortes mesmo. Além daqueles setores que já vinham dispensando, como construção e indústria, vimos agora dispensas no comércio", destacou a técnica da pesquisa no IBGE, Adriana Beringuy.

O mercado de trabalho sofre desde o ano passado com a forte recessão na qual o Brasil está mergulhado, sem perspectiva de melhora em breve já que a pesquisa Focus do Banco Central aponta expectativa de contração econômica de 3,60% este ano.

Esta foi a última divulgação da PME, que agora será substituída pela Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (Pnad) Contínua, mais abrangente. Pela Pnad Contínua, o país chegou ao fim de 2015 com 9,1 milhões de desempregados e taxa de desemprego de 9% no quarto trimestre.

Leia mais:

Fraqueza do mercado imobiliário brasileiro atrai estrangeiros

Governo anuncia corte adicional de R$ 21,2 bi e vê queda de 3% do PIB

(Com Reuters)

TAGs:
IBGE
Desemprego