Mais Lidas

  1. A última semana de Dilma: agenda cheia e clima de derrota

    Brasil

    A última semana de Dilma: agenda cheia e clima de derrota

  2. Justiça de SP envia a Moro pedido de prisão de Lula

    Brasil

    Justiça de SP envia a Moro pedido de prisão de Lula

  3. Janot pede abertura de inquérito contra Dilma, Lula e Cardozo

    Brasil

    Janot pede abertura de inquérito contra Dilma, Lula e Cardozo

  4. Só a Globo vai transmitir o Brasileirão 2016. Crise deixa a Band de fora

    Esporte

    Só a Globo vai transmitir o Brasileirão 2016. Crise deixa a Band de...

  5. MP denuncia Lula por suspeitas de atrapalhar investigações da Lava Jato

    Brasil

    MP denuncia Lula por suspeitas de atrapalhar investigações da Lava...

  6. Usa secador de mãos no banheiro? Cuidado, ele transmite até o H1N1

    Saúde

    Usa secador de mãos no banheiro? Cuidado, ele transmite até o H1N1

  7. De Beyoncé a Madonna, saiba quem brilhou — ou assustou — no baile do MET

    Entretenimento

    De Beyoncé a Madonna, saiba quem brilhou — ou assustou — no baile...

  8. Às vésperas da votação do impeachment, Dilma troca comando da empresa de comunicação do governo

    Brasil

    Às vésperas da votação do impeachment, Dilma troca comando da...

Demanda do consumidor por crédito cai 8,2%

Segundo a Serasa Experian, após o crescimento da inadimplência no ano passado, o consumidor deu prioridade ao pagamento de dívidas em janeiro

- Atualizado em

Oferta de crédito pessoal no centro de São Paulo
Desaceleração: queda na demanda por crédito foi maior entre os consumidores com renda mais baixa(Roberto Setton/VEJA)

A demanda do consumidor por crédito recuou 8,2% no primeiro mês de 2012 em relação a dezembro, informou a Serasa Experian nesta quinta-feira. Na comparação com janeiro do ano passado, o Indicador da Demanda do Consumidor por Crédito caiu 6,1%. De acordo com a empresa, os números mostram que, após crescimento da inadimplência no ano passado, o consumidor deu prioridade ao pagamento de dívidas, evitando contrair novas obrigações.

A queda na demanda por crédito foi maior entre os consumidores com renda mais baixa. Entre os que recebem até 500 reais mensais a queda ante dezembro foi de 9,1% e na faixa de renda entre 500 e 1.000 reais, o recuo foi de 9%. Na comparação com janeiro do ano passado, esses grupos apresentaram, respectivamente, alta de 4,3% e recuo de 7% na busca por crédito.

Nas outras faixas de renda também foi verificado, em janeiro ante dezembro, queda na procura por crédito: de 1.000 a 2.000 reais o recuo foi de 7,8%, de 2.000 a 5.000 reais a queda foi de 7,1%, de 5.000 a 10.000 reais a baixa foi de 6,4% e entre aqueles que recebem mais de 10.000 reais por mês a variação foi negativa em 5,8%.

Na comparação com janeiro do ano passado, houve queda de 7,6% para a faixa de renda entre 1.000 e 2.000 reais, de 7,9% entre 2.000 e 5.000 reais, de 7,1% entre 5.000 e 10.000 reais e alta de 1,5% entre os que recebem mais de 10.000 reais.

Na análise por regiões do país, o Sudeste apresentou a maior queda em janeiro ante dezembro (11%), seguido por Centro-Oeste (6,9%), Sul (6%), Norte (5,5%) e Nordeste (2,5%). Na comparação com janeiro de 2011, os recuos foram de 9,7% no Sul, 6,3% no Sudeste, 4,4% no Nordeste, 3,9% no Centro-Oeste e 0,5% no Norte.

(Com Agência Estado)