Mais Lidas

  1. Morte no Everest: 'Você se importa se eu continuar?'

    Mundo

    Morte no Everest: 'Você se importa se eu continuar?'

  2. Janaina Paschoal: rotina de isolamento pós-impeachment

    Brasil

    Janaina Paschoal: rotina de isolamento pós-impeachment

  3. Bumlai diz que fez empréstimo fraudulento para PT por medo de invasão de terras

    Brasil

    Bumlai diz que fez empréstimo fraudulento para PT por medo de...

  4. Sônia Abrão pede desculpas por sair correndo do programa

    Entretenimento

    Sônia Abrão pede desculpas por sair correndo do programa

  5. Japão: Pais abandonam filho na floresta para castigá-lo e criança desaparece

    Mundo

    Japão: Pais abandonam filho na floresta para castigá-lo e criança...

  6. Estupro de jovem de 16 anos no Rio "está provado", diz delegada

    Brasil

    Estupro de jovem de 16 anos no Rio "está provado", diz delegada

  7. Lewandowski interferiu em processo para ajudar o PT e a presidente Dilma

    Brasil

    Lewandowski interferiu em processo para ajudar o PT e a presidente...

  8. Após revelação de conversa em que critica a Lava Jato, ministro da Transparência pede demissão

    Brasil

    Após revelação de conversa em que critica a Lava Jato, ministro da...

Carros novos ainda podem ser financiados sem entrada

Condição pode ser encontrada em algumas instituições até este final de semana

- Atualizado em

Concessionária de veículos
Crédito para aquisição de veículos ficará mais difícil após mudanças realizadas pelo Banco Central(Germano Luders/VEJA)

Bancos diretamente ligados às montadoras e pelo menos uma financeira decidiram manter, até este fim de semana, planos de financiamento em até 60 meses sem entrada para a compra de carros novos. Pelas novas regras do Banco Central em vigor desde segunda-feira, esse tipo de crediário deveria ser feito com 40% de entrada do valor do bem. Já os planos de 72 meses foram extintos.

Grandes instituições como Itaú, BV, Santander e Finasa aumentaram os juros médios de 1,37% para 1,80% ao mês na compra em cinco anos sem entrada. A taxa mais baixa vale para quem der entrada de 20% a 40%, dependendo do prazo do contrato. Já os bancos Volkswagen, GM e Panamericano operam até amanhã com condições similares às da semana passada, antes do pacote de aperto ao crédito.

O mercado, por enquanto, não registrou impacto nas vendas, mas sim uma possível antecipação de compras. Nos sete dias úteis de dezembro, até quinta-feira, foram licenciados 108 886 automóveis e comerciais leves, ante 100 324 em igual período de novembro, que fechou com vendas totais de 311,4 mil unidades nesse segmento, o segundo melhor resultado da história.

(com Agência Estado)

TAGs:
Juros
Financiamento
Carro