Mais Lidas

  1. Gospel Ana Paula Valadão é criticada por foto no velório da avó

    Entretenimento

    Gospel Ana Paula Valadão é criticada por foto no velório da avó

  2. Delator de Paulo Bernardo intermediou negócio milionário após viagem oficial com Lula à África

    Brasil

    Delator de Paulo Bernardo intermediou negócio milionário após...

  3. Zezé Di Camargo alfineta Wesley Safadão: 'Emergente'

    Entretenimento

    Zezé Di Camargo alfineta Wesley Safadão: 'Emergente'

  4. O PT assaltou até funcionários públicos endividados

    Brasil

    O PT assaltou até funcionários públicos endividados

  5. Entenda a diferença entre Inglaterra, Grã-Bretanha e Reino Unido

    Mundo

    Entenda a diferença entre Inglaterra, Grã-Bretanha e Reino Unido

  6. Derrota no 'Power Couple' faz Simony perder a linha

    Entretenimento

    Derrota no 'Power Couple' faz Simony perder a linha

  7. Laura Keller provoca Simony, a 'surtada', pelo Instagram

    Entretenimento

    Laura Keller provoca Simony, a 'surtada', pelo Instagram

  8. A peixaria de R$ 21 milhões usada na compra do jatinho de Campos

    Brasil

    A peixaria de R$ 21 milhões usada na compra do jatinho de Campos

Caixa confirma alta de juros imobiliários em 2015

Novas taxas valerão a partir do dia 19 deste mês. Financiamentos contratados com recursos do Minha Casa Minha Vida e do FGTS não sofrerão alterações

- Atualizado em

Fachada do banco Caixa Econômica Federal
Caixa anuncia nova taxas de juros de operações para financiamento de imóveis contratadas com recursos da poupança (Lia Lubambo/VEJA)

A Caixa Econômica Federal confirmou que vai subir as taxas de juros do financiamento imobiliário a partir do dia 19 deste mês. Durante a manhã, o banco havia informado, por meio da assessoria de imprensa, que estudava a elevação dos juros. Serão alteradas as taxas de juros das operações para financiamento de imóveis residenciais contratadas com recursos da poupança (SBPE). As novas condições passam a valer para créditos habitacionais concedidos a partir da próxima segunda-feira. A alteração, segundo o banco, se deve ao aumento das taxas de juros básicos, atualmente em 11,75%.

A instituição também informou que as taxas de juros dos financiamentos habitacionais contratados com recursos do Programa Minha Casa Minha Vida e do FGTS não sofrerão quaisquer correções em suas taxas de juros.

Tabela
JUROS - SFH aNTIGO NOVO
Taxa de balcão (não clientes) 9,15% 9,15%
Relacionamento (clientes) 8,75% 9%
Relacionamento + salário (cliente com conta salário) 8,25% 8,70%
Servidor (relacionamento) (cliente com conta) 8,60% 8,70%
Servidor(relacionamento + salário) (cliente com conta salário) 8% 8,50%

A taxa de juros cobrada pelo Sistema de Financiamento Habitacional (SFH), que financia imóveis até 750.000 reais, com recursos tanto do FGTS como da poupança, permanece em 9,15% para quem não é cliente do banco e subirá para 9% para quem é cliente, incluindo servidores públicos.

Já pelo Sistema de Financiamento Imobiliário (SFI), que financia imóveis com valor superior a 750.000 reais, a taxa de juros será de 11% para não clientes.

Tabela
JUROS - SFI aNTIGO NOVO
Taxa de balcão (não clientes) 9,20% 11%
Relacionamento (clientes) 9,10% 10,70%
Relacionamento + salário (cliente com conta salário) 9% 10,50%
Servidor (relacionamento) (cliente com conta) 9% 10,50%
Servidor (relacionamento + salário) (cliente com conta salário) 8,80% 10,20%

Com a elevação das taxas da Caixa, que domina 70% do mercado de crédito imobiliário no Brasil, é possível que outras instituições acabem aumentando também seus juros. O banco é reconhecido como o que oferece as melhores condições de financiamento para imóveis do mercado brasileiro e serve como um balizador para as demais instituições.

A alteração está em linha com os planos da nova equipe econômica de reduzir despesas cortando subsídios e aumentar receitas, possivelmente por meio de aumento de impostos.

TAGs:
Juros
Mercado Imobiliário
Caixa Econômica Federal