Mais Lidas

  1. Gospel Ana Paula Valadão é criticada por foto no velório da avó

    Entretenimento

    Gospel Ana Paula Valadão é criticada por foto no velório da avó

  2. O PT assaltou até funcionários públicos endividados

    Brasil

    O PT assaltou até funcionários públicos endividados

  3. Zezé Di Camargo alfineta Wesley Safadão: 'Emergente'

    Entretenimento

    Zezé Di Camargo alfineta Wesley Safadão: 'Emergente'

  4. Pronto, os ingleses falaram. E falaram grosso

    Mundo

    Pronto, os ingleses falaram. E falaram grosso

  5. Entenda a diferença entre Inglaterra, Grã-Bretanha e Reino Unido

    Mundo

    Entenda a diferença entre Inglaterra, Grã-Bretanha e Reino Unido

  6. Laura Keller provoca Simony, a 'surtada', pelo Instagram

    Entretenimento

    Laura Keller provoca Simony, a 'surtada', pelo Instagram

  7. Derrota no 'Power Couple' faz Simony perder a linha

    Entretenimento

    Derrota no 'Power Couple' faz Simony perder a linha

  8. Delator de Paulo Bernardo intermediou negócio milionário após viagem oficial com Lula à África

    Brasil

    Delator de Paulo Bernardo intermediou negócio milionário após...

Alemanha cresce 0,5% no 1º trimestre e evita recessão

Resultado superou previsões de aumento máximo de 0,1% no período

- Atualizado em

A premiê alemã, Angela Merkel, durante entrevista coletiva nesta segunda-feira
A premiê alemã, Angela Merkel, durante entrevista coletiva nesta segunda-feira(John MacDougall/AFP/VEJA)

A economia da Alemanha voltou a crescer no primeiro trimestre de 2012 e evitou a recessão. O Produto Interno Bruto (PIB) do país subiu 0,5% nos primeiros três meses do ano depois de ter contraído 0,2% no último trimestre de 2011, informou nesta terça-feira o Escritório Federal de Estatística (Destatis).

Leia também:

Leia também: Grécia e Espanha derrubam bolsas da Europa

Foi a primeira vez que isso ocorreu desde 2009. O resultado surpreendeu os economistas europeus, que tiveram suas previsões superadas. Eles estimavam que o PIB alemão crecesse no máximo 0,1% no período, resultando em uma expansão anual de 0,8%.

Na comparação com os três primeiros meses de 2011, a principal economia da zona do euro cresceu 1,7%. Os principais impulsos vieram do comércio exterior e da demanda interna, que compensaram a redução nos investimentos.

(Com agências EFE e France-Presse)

TAGs:
Euro
PIB
Alemanha
Crise do Euro