Mais Lidas

  1. Membros do Estado Islâmico que fugiam de Fallujah são dizimados no Iraque

    Mundo

    Membros do Estado Islâmico que fugiam de Fallujah são dizimados no...

  2. Turista alemão morre ao tentar tirar selfie em Machu Picchu

    Mundo

    Turista alemão morre ao tentar tirar selfie em Machu Picchu

  3. Doleiro ligado a Eduardo Cunha é preso em nova fase da Lava Jato

    Brasil

    Doleiro ligado a Eduardo Cunha é preso em nova fase da Lava Jato

  4. PF descobre laços impróprios entre Toffoli e empreiteiro do petrolão

    Brasil

    PF descobre laços impróprios entre Toffoli e empreiteiro do petrolão

  5. Envenenamento causou morte de empresário investigado na Operação Turbulência

    Brasil

    Envenenamento causou morte de empresário investigado na Operação...

  6. Temer sanciona, com vetos, a Lei das Estatais

    Economia

    Temer sanciona, com vetos, a Lei das Estatais

  7. Renan desengaveta projeto que define crimes de abuso de autoridade

    Brasil

    Renan desengaveta projeto que define crimes de abuso de autoridade

  8. Em imagens, o vestido da discórdia em Wimbledon

    Esporte

    Em imagens, o vestido da discórdia em Wimbledon

Ações da Petrobras caem 9% após corte de investimentos

Papéis da estatal negociados na Bovespa tiveram forte queda depois do anúncio de um corte de US$ 32 bilhões no plano de investimentos para o período 2015-2019

- Atualizado em

Pregão eletrônico da Bovespa em São Paulo
Pregão eletrônico da Bovespa em São Paulo(Reinaldo Canato/VEJA)

As ações da Petrobras terminaram o pregão desta terça-feira no menor nível em quase 12 anos, após a estatal anunciar um corte de 32 bilhões de dólares em seu plano de investimentos para o período 2015-2019.

As ações ordinárias (ON, com direito a voto) tiveram recuo de 7,65%, a 7 reais, menor valor desde maio de 2004, quando terminaram em 6,80 reais, segundo levantamento feito pela consultoria Economatica. Já os papéis preferenciais (PN, sem direito a voto) tiveram baixa de 9,20%, cotados a 5,53 reais. Com o tombo das ações da estatal, o Ibovespa, principal indicador da bolsa de valores, caiu 1,09%, aos 39.513 pontos, menor nível desde março de 2009.

Nesta terça-feira, o conselho de administração da Petrobras reduziu o plano de investimentos da companhia para o período 2015-2019 para 98,4 bilhões de dólares, principalmente devido à otimização do portfólio de projetos e do efeito cambial. A projeção inicial, divulgada em junho passado, projetava aportes de 130,3 bilhões de dólares.

"Esses ajustes visam a preservar os objetivos fundamentais de desalavancagem e geração de valor para os acionistas (..) à luz dos novos patamares de preço do petróleo e taxa de câmbio", afirmou a Petrobras, em nota.

A nova versão do plano de negócios considera um preço médio para o petróleo Brent de 45 dólares em 2016 - a projeção anterior era de 55 dólares - e taxa de câmbio média no ano de 4,06 reais por dólar. Antes, o dólar médio previsto era de 3,80 reais.

Nesta terça-feira, o barril do Petróleo Intermediário do Texas (WTI, leve) chegou a cotar abaixo de 30 dólares pela primeira vez em mais de doze anos, mas fechou a 30,41 dólares.

Leia mais:

Petróleo nos EUA fica abaixo de US$ 30 pela primeira vez em 12 anos

Loteria americana acumula valor recorde de US$ 1,5 bilhão

(Da redação)

TAGs:
Bovespa
Ibovespa
Investimentos
Petrobras