Mais Lidas

  1. TSE determina que PT devolva R$ 7 mi aos cofres públicos

    Brasil

    TSE determina que PT devolva R$ 7 mi aos cofres públicos

  2. Janaína Paschoal: 'Foram anos de falsidade ideológica na nossa cara'

    Brasil

    Janaína Paschoal: 'Foram anos de falsidade ideológica na nossa cara'

  3. Não há elementos para impeachment de Michel Temer, diz Janaína Paschoal

    Brasil

    Não há elementos para impeachment de Michel Temer, diz Janaína...

  4. Janaína Paschoal se exalta ao defender procurador acusado de agredir esposa

    Brasil

    Janaína Paschoal se exalta ao defender procurador acusado de...

  5. Presidente do Conselho de Ética desafia Cunha e vira alvo de denúncia na Câmara

    Brasil

    Presidente do Conselho de Ética desafia Cunha e vira alvo de...

  6. Temer diz que não será candidato em 2018

    Brasil

    Temer diz que não será candidato em 2018

  7. Acionistas da Petrobras aprovam balanço de 2015 da empresa

    Economia

    Acionistas da Petrobras aprovam balanço de 2015 da empresa

  8. MG: oposição entra com recursos contra nomeação da mulher de Pimentel

    Brasil

    MG: oposição entra com recursos contra nomeação da mulher de Pimentel

Nasa lançará telescópio de raios-X com precisão inédita

O NuSTAR vai gerar imagens com resolução dez vezes maior do que as atualmente obtidas nesta faixa do espectro eletromagnético

- Atualizado em

Concepção artística do NuSTAR em órbita. O telescópio tem um mastro de 10 metros que será erguido depois do lançamento para separar o módulo ótico (à direita) dos detectores (esquerda)
Concepção artística do NuSTAR em órbita. O telescópio tem um mastro de 10 metros que será erguido depois do lançamento para separar o módulo ótico (à direita) dos detectores (esquerda)(NASA/JPL-Caltech/VEJA)

A Nasa, agência espacial americana, vai lançar em 13 de junho o telescópio NuSTAR de raios-X, capaz de examinar o universo e os buracos negros com uma resolução inédita.

Saiba mais

RAIOS-X

Os raios-X fazem parte do espectro eletromagnético, com uma frequência maior do que a radiação ultravioleta. Eles conseguem atravessar muitos materiais sólidos e são usados para produzir radiografias dos ossos, tumores e outras estruturas dentro dos corpos. Ao contrário da luz visível, que é relativamente estável no universo, os raios-X são muito instáveis. São criados durante a colisão de galáxias e outros eventos extremos no espaço, como uma estrela sendo engolida por um buraco negro.

O NuSTAR será o primeiro telescópio espacial capaz de criar imagens do cosmo a partir de raios-X de alta energia, do mesmo tipo que os utilizados para gerar imagens do esqueleto humano ou para escanear bagagens nos aeroportos. O telescópio vai captar a alta energia dos raios-X através da poeira e do gás que obstruem a observação das galáxias, os buracos negros e as estrelas de nêutrons situadas no coração da Via Láctea.

O novo telescópio vai gerar imagens com uma resolução dez vezes maior do que a obtida com os atuais telescópios de raio-X e será cem vezes mais sensível do que seus antecessores que funcionam na mesma parte do espectro eletromagnético.

De acordo com Paul Hertz, diretor da divisão astrofísica da Nasa, o NuSTAR (Nuclear Spectorscopic Telescope Array - ou Matriz de Telescópios Eletroscópicos Nucleares) vai ajudar a compreender como o universo evoluiu desde o Big Bang, a explosão original.

"Veremos os objetos celestes maiores, mais densos e mais carregados de energia de forma fundamentalmente nova", disse Fiona Harrison, cientista-chefe da missão.

O objetivo da missão é trabalhar em sintonia com outros telescópios espaciais, como o Chandra - outro observatório de raios-X da Nasa, que estuda os raios de baixa energia -, ou o XMM-Newton, da Agência Espacial Europeia.

(Com Agência France-Presse)

TAGs:
Espaço
Nasa
Telescópio