Mais Lidas

  1. Justiça de SP envia a Moro pedido de prisão de Lula

    Brasil

    Justiça de SP envia a Moro pedido de prisão de Lula

  2. Barraco na comissão do impeachment: 'Vamos falar lá fora, seu m...'

    Brasil

    Barraco na comissão do impeachment: 'Vamos falar lá fora, seu m...'

  3. Sasha Meneghel vai fazer faculdade nos Estados Unidos

    Entretenimento

    Sasha Meneghel vai fazer faculdade nos Estados Unidos

  4. 'Game of Thrones' pode mostrar cena decisiva no próximo episódio

    Entretenimento

    'Game of Thrones' pode mostrar cena decisiva no próximo episódio

  5. Justiça nega recurso do WhatsApp e mantém bloqueio por 72 horas

    Vida Digital

    Justiça nega recurso do WhatsApp e mantém bloqueio por 72 horas

  6. Criador do WhatsApp critica novo bloqueio do aplicativo no Brasil

    Vida Digital

    Criador do WhatsApp critica novo bloqueio do aplicativo no Brasil

  7. Cliente quer mais café no copo - e pede US$ 5 milhões em ação contra a Starbucks

    Economia

    Cliente quer mais café no copo - e pede US$ 5 milhões em ação...

  8. Justiça bloqueia bens do senador Lindbergh Farias

    Brasil

    Justiça bloqueia bens do senador Lindbergh Farias

Gene recém-descoberto pode tornar tomates mais resistentes a pragas

Pesquisador identificou um dos genes que formam o açúcar acilado, substância presente em tomates selvagens que protege o fruto de insetos mastigadores

- Atualizado em

Gene tomate
Imagem microscópica mostra o tricoma do tomate: minúsculo pelo que protege contra insetos(Universidade do Estado de Michigan/VEJA)

Um professor de bioquímica e de biologia molecular descobriu um gene que pode tornar plantações de tomate mais resistentes a pragas. Anthony Schilmiller, da Universidade do Estado de Michigan, nos Estados Unidos, conseguiu identificar e descrever o primeiro gene que participa da constituição do açúcar acilado, substância que ajuda a proteger o fruto de insetos mastigadores.

CONHEÇA A PESQUISA

Título original: Identification of a BAHD acetyltransferase that produces protective acyl sugars in tomato trichomes?

Onde foi divulgada: revista Proceedings of the National Academy of Sciences

Quem fez: Anthony Schilmiller, Amanda Charbonneau e Robert Last

Instituição: Universidade do Estado de Michigan

Resultado: Os pesquisadores conseguiram identificar um gene que participa da síntese do açúcar acilado, produzido pelo tricoma do tomate. A substância, presente em maior quantidade em tomates selvagens, ajuda a proteger o fruto de insetos mastigadores. A descoberta pode ser o primeiro passo para tornar plantações de tomate mais resistentes.

O açúcar acilado está presente no tricoma do tomate, estrutura constituída por pelos microscópicos que envolvem o corpo do fruto e produz uma série de substâncias que o protegem de pragas. O açúcar acilado é bastante encontrado em tomates silvestres, não comestíveis, tornando-os mais resistentes a pestes.

Com a descoberta do gene, Schilmiller quer agora entender como esse componente é produzido, o que pode ser o primeiro passo para aumentar a sua presença em tomates domesticados. Séculos de técnicas de agricultura do fruto teriam feito com que a quantidade de açúcar acilado diminuísse em tomates cultiváveis.

"Os tomates hoje cultivados não têm esse componente em quantidade e qualidade suficiente. Entender como os açúcares acilados são feitos é o primeiro passo para torná-los mais resistentes a insetos mastigadores", diz Schilmiller. Outros integrantes da família solanaceae, como batatas, pimentas e berinjelas, também podem se beneficiar da descoberta.

Os resultados obtidos pela pesquisa foram publicados nesta segunda-feira na PNAS, periódico da Academia Nacional de Ciências dos EUA.

TAGs:
Genética