Com três a bordo, Soyuz se acopla com sucesso à ISS

Nave russa leva astronautas que vão integrar equipe da estação internacional

- Atualizado em

  • Voltar ao início

  • Todas as imagens da galeria:


A nave russa Soyuz TMA-04M com três tripulantes a bordo - dois russos e um americano - se acoplou nesta quinta-feira com sucesso à Estação Espacial Internacional (ISS). A tripulação da nave, lançada na terça-feira a partir da base de Baikonur, no Cazaquistão, é integrada pelos russos Gennady Padalka e Sergey Revin e o astronauta da Nasa de origem portorriquenha Joe Acaba.

A nave se enganchou ao porto de acoplamento do módulo Poisk, que faz parte do segmento russo da ISS, informou o Centro de Controle de Voos Espaciais (CCVE) da Rússia.

Quatro meses no espaço - Os três astronautas serão recebidos por outros três tripulantes da plataforma internacional: o russo Oleg Kononenko, o holandês Andre Kuipers e o americano Donald Pettit. A duração da missão espacial de Padalka, Revin e Acaba será de 126 dias, pouco mais que quatro meses.

Alguns dias após sua chegada à ISS, os três, junto aos tripulantes veteranos, serão testemunhas da histórica chegada à plataforma espacial do novo cargueiro americano Dragon, que será lançado pela Nasa em 19 de maio. Em caso de êxito, essa será a primeira nave espacial privada a acoplar-se à ISS.

Além dos tradicionais experimentos e caminhadas espaciais, a missão deve lançar um satélite que se encarregará de prever os prazos e o lugar da queda em nosso planeta dos restos de estruturas espaciais e satélites de comunicações. O programa científico da expedição inclui a realização de 40 experimentos em áreas como ecologia, medicina e física.

(Com agência EFE)

TAGs:
Espaço
Estação Espacial Internacional - ISS
Nasa
Exploração Espacial