Mais Lidas

  1. Na casa de Cunha, clima de velório após afastamento

    Brasil

    Na casa de Cunha, clima de velório após afastamento

  2. Saiba como observar a chuva de meteoros desta madrugada

    Ciência

    Saiba como observar a chuva de meteoros desta madrugada

  3. Câmara questiona Lula e Dilma por discursos sobre 'golpe'

    Brasil

    Câmara questiona Lula e Dilma por discursos sobre 'golpe'

  4. Delcídio deve comparecer à CCJ e comprometer Lula e Renan na Lava Jato

    Brasil

    Delcídio deve comparecer à CCJ e comprometer Lula e Renan na Lava Jato

  5. Ex de Susana Vieira vira garçom e vende artesanato na web

    Entretenimento

    Ex de Susana Vieira vira garçom e vende artesanato na web

  6. Substituto de Cunha foi notificado de calção e tênis

    Brasil

    Substituto de Cunha foi notificado de calção e tênis

  7. Clientes de restaurante vegano descobrem que donos comem carne e se revoltam

    Mundo

    Clientes de restaurante vegano descobrem que donos comem carne e se...

  8. Por unanimidade, STF afasta Eduardo Cunha do mandato

    Brasil

    Por unanimidade, STF afasta Eduardo Cunha do mandato

Brasileiro cria capa que diminui radiação emitida pelo celular

Inventor diz que objeto consegue barrar a radiação do campo magnético criado durante uma ligação telefônica

Por: Aretha Yarak - Atualizado em

Protetor de mesa: em formato triangular, a capa protege todas as pessoas sentadas ao redor da mesa
Proteção: segundo seu criador, com a capa, a radiação final que chega à pessoa é apenas 0,001% da emitida originalmente pelo celular(Divulgação/VEJA)

O anúncio feito pela Organização Mundial de Saúde (OMS), na última terça, de que o celular pode aumentar os riscos de câncer no cérebro, afeta especialmente quem usa o aparelho de forma contínua, como executivos e profissionais liberais. Para eles, deixar o celular de lado pode não ser uma opção viável a curto ou mesmo longo prazo. A solução pode ser usar o protótipo criado pelo pesquisador brasileiro Luciano Vieira Lima, professor da Faculdade de Engenharia Elétrica da Universidade Federal de Uberlândia, em Minas Gerais. Ele promete que o objeto, que pode ser acoplado ao celular, é eficiente em barrar a radiação emitida pelo aparelho e proteger o usuário.

Protetor de radiação portátil
Protetor de radiação portátil(Divulgação/VEJA)

O protetor contra a radiação é feito de uma liga de aço e de material magnético. Ele funciona como uma capa similar às usadas para proteger contra riscos e tombos, e tem apenas uma pequena abertura por onde sai o fio do fone de ouvido. Com a proteção, é preciso usar um fone de ouvido. "A radiação é toda barrada dentro da capa protetora", diz Lima.

De acordo com as pesquisas realizadas pelo cientista, com o protetor, a radiação final que chega à pessoa é apenas 0,001% da emitida originalmente. "Isso significa que ela demoraria uns 400 anos para começar a ter problemas de saúde em consequência da radiação", afirma. Segundo seus próprios cálculos, cada capa poderia ser vendida por cerca de 30 reais a unidade. "Quem sabe num futuro próximo os celulares já saiam de fábrica com essa proteção?"

TAGs:
Celular
Câncer
Organização Mundial da Saúde