Tarja Crespúsculo

Vale tudo para chegar perto dos vampiros de 'Crepúsculo'

Jovem paulista mostra música que compôs pensando no filme. Fã adolescente marcou manicure no Copacabana Palace para tentar driblar segurança

Cecília Ritto, do Rio de Janeiro
A jovem paulista Andrea Riccio e seu violão: esperança de ver no filme a canção que compôs para a saca 'Crepúsculo'

A jovem paulista Andrea Riccio e seu violão: esperança de ver no filme a canção que compôs para a saca 'Crepúsculo' (Cecília Ritto)

De posse de um violão e uma música – composta por ela -, uma paulista de 21 anos se destacou em meio à pequena multidão de fãs da série Crepúsculo que faz vigília na porta do hotel Copacabana Palace, na zona sul do Rio, onde está hospedado o casal de protagonistas Robert Pattinson e Kristen Stewart. Inspirada pela história dos vampiros, Andrea Riccio compôs uma canção com o sonho de vê-la na trilha sonora de Lua Nova, o segundo filme da saga, que já estourou nas bilheterias. Com a gravação da quarta parte da trama no Brasil, o sonho de Andrea se renova.

Cecília Ritto

Fãs concentrados em frente ao Copacabana Palace: vigília à espera dos atores de 'Crepúsculo' começou de madrugada

Fãs concentrados em frente ao Copacabana Palace: vigília  começou de madrugada


“Fui a Los Angeles, falei com os produtores. Eles ficaram de mostrar a minha música, mas nunca deram resposta”, conta a jovem, que teve a viagem ao Rio patrocinada pelo Fantástico, da Rede Globo.

Para ter certeza de que, dessa vez, seria ouvida em alto e bom som pelos astros, escondidos em duas suítes presidenciais do hotel, a cantora contou o auxílio de duas caixas de som para amplificar o seu som acústico, estilo voz e violão. Foi assim que Andrea cantou My disease (Minha doença), na esperança de levar a música ao conhecimento dos ídolos vampirescos.

Outra fã se valeu da esperteza para tentar chegar perto dos atores. A adolescente Mariana Breves, de 17 anos, agendou um horário do salão de beleza do hotel, para fazer as unhas dos pés e das mãos. Para tal, desembolsou 55 reais. Para aumentar as chances de ver os ídolos, a jovem chegou às 10h, quatro horas antes do horário marcado. Enquanto fazia hora pelas dependências do hotel, ela decidiu almoçar por lá mesmo. Mas suas parcas economias só permitiram que a adolescente fizesse um lanche modesto.

Cecília Ritto

Mariana Breves agendou manicure no Copacabana Palace, pagando 55 reais. Acabou tendo que sair das dependências do hotel

Mariana Breves agendou manicure no Copacabana Palace, pagando 55 reais


“Comi um misto quente, com cinco batatas fritas. E isso me custou 26 reais”, contou a moça, aos jornalistas e curiosos sedentos de informações.

Sem ter conseguido ver os ídolos, mas com a autoridade de quem esteve no front, Mariana saiu do hotel cheia de histórias ou, na pior das hipóteses, fofocas de bastidor. Segundo a menina, não se fala em outra coisa nos corredores do Copacabana Palace. Comentários ouvidos atentamente pela fã infiltrada dão conta de que, dificilmente, os dois astros hollywoodianos serão flagrados pelos paparazzi na piscina do hotel. O motivo: por questão de contrato, os dois estariam proibidos de pegar sol. Assim, eles cultivariam o visual pálido, típico dos vampiros.

O Copacabana Palace informou que não pode divulgar informações dos ilustres visitantes devido a um pacto de confidencialidade – sob pena de multa pesada. Restou aos fãs, então, os boatos de quem esteve no esconderijo dos vampiros.

LEIA TAMBÉM:

GPS
Crepúsculo: Robert Pattinson e Kristen Stewart em quartos separados (mas nem tanto)

Assinaturas



Editora Abril Copyright © Editora Abril S.A. - Todos os direitos reservados