Música

Kurt Cobain trabalhava em álbum solo antes de morrer

Informação está em livro recém-publicado por Eric Erlandson, co-fundador da banda Hole, de Courtney Love

Kurt Cobain

Kurt Cobain (Michel Linssen/Redferns/Getty Images/VEJA)

A memória de Kurt Cobain, morto em 1994, nunca é deixada em paz -- especialmente por sua viúva, Courtney Love. Desta vez, porém, não foi a roqueira quem evocou o nome do músico, e sim um desafeto dela: o ex-guitarrista da banda Hole Eric Erlandson, que acaba de lançar Letters to Kurt (Cartas para Kurt, em tradução livre). Em entrevista sobre o livro ao programa americano Fuse TV,  Erlandson disse que Cobain trabalhava em um álbum solo na época de sua morte.

"Ele estava seguindo numa direção bem legal. Teria sido seu White Album", disse, em comparação com o disco dos Beatles lançado em 1968 e considerado por muitos o ponto alto do grupo. O guitarrista disse ainda que existe há uma gravação de Cobain fazendo o cover de uma música, mas não quis revelar qual é a canção. "Espero que algum dia ela seja lançada para os fãs. É muito emocionante."

Erlandson disse ter ficado abalado com a morte de Cobain. "Foi como dizer: ‘Não está apenas se acabando uma vida, mas uma mensagem para o mundo, alguém que deixou um caminho musical para Bush e todos esses grupos’”, contou rindo e provocando a banda do britânico Gavin Rossdale, constantemente apontada como uma cópia do Nirvana. “Ele durou pouco. Quem sabe para onde a música teria ido se ele estivesse ficado aqui.”

Erlandson lançou o livro Letters to Kurt no dia 8 de abril, três dias depois do aniversário de morte de Cobain. O músico disse ao jornal americano The New York Times que ele não falou com Courtney sobre o livro. Os dois colegas romperam relação depois de uma briga sobre o controle da banda.

Assinaturas



Editora Abril Copyright © Editora Abril S.A. - Todos os direitos reservados