Carnaval 2014

Apuração

Inocentes de Belford Roxo sobe para Grupo Especial do Rio

Escola venceu o Grupo de Acesso, para onde caíram Porto da Pedra e Renascer de Jacarepaguá. Resultado já circulava nas redes sociais antes da apuração, e é contestado pelos concorrentes

Leo Pinheiro e Rafael Lemos
Desfile dos Inocentes de Belford Roxo, no Rio de Janeiro

Desfile dos Inocentes de Belford Roxo, no Rio de Janeiro (Celso Pupo/Fotoarena)

O Grupo Especial das escolas de samba do Rio de Janeiro terá a Inocentes de Belford Roxo desfilando em 2013. Faltando a divulgação das notas de três quesitos, a escola já havia aberto dois pontos de vantagem em relação à segunda colocada - uma diferença impressionante em um Carnaval geralmente decidido em décimos. Inocentes somou 299,6 pontos, enquanto a segunda colocada, Império Serrano, ficou com apenas 298,3.

Indignados, integrantes da escola vice-campeã gritavam "Vergonha, Vergonha", alegando manipulação dos resultados. Horas antes da apuração, circulava nas redes sociais que a campeã seria justamente a Inocentes, agremiação comandada por Reginaldo Gomes, que também preside a Lesga (Liga das Escolas de Samba do grupo de Acesso). Durante os meses de preparação para o Carnaval, o mundo do samba já comentava sobre uma suposta armação para dar o título à escola.

Resultado do Grupo A (pontos)


  1. • 1º - Inocentes de Belford Roxo - 299,6
    • 2º - Império Serrano - 298,3
    • 3º - Império da Tijuca - 298,3
    • 4º - Cubango - 298,0
    • 5º - Viradouro - 297,8
    • 6º - Santa Cruz 297,3
    • 7º - Estácio 297,2
    • 8º - Rocinha 296,1
    • 9º - Tuiuti 296,0

A Viradouro, que caiu para o Grupo de Acesso A em 2010 e era uma favoritas para subir este ano, ficou apenas com o quinto lugar. O clima na mesa da escola durante a apuração era de baixo astral e indignação. O presidente Gusttavo Clarão, que acreditava na vitória no início, mexia com a cabeça negativamente a cada nota baixa recebida e a cada 10 conquistado pela Inocentes.

"A Belford Roxo aprendeu a ter rabo preso para vencer. Carnaval tem que ser vencido no talento, e não nos bastidores", esbravejou Floriano Caranguejo, compositor da Viradouro.

O vice-presidente do Império Serrano, Humberto Melo, era o mais indignado. "É revoltante! Nosso enredo em 2013 será sobre Belford Roxo. O presidente da Lesga disse que não dormiria por causa do desfile do Império Serrano. Agora, ele pode dormir tranquilo. A Lesga escolheu os jurados. Por que não foi a Riotur?", ironizou o dirigente.

Constrangido com a polêmica, o presidente da Inocentes, Reginaldo Gomes, defendeu-se, mas evitou comprar briga. "A gente fez um desfile sem alarde, sem contar vantagem para ninguém, nem para a comunidade. Acho que foi merecido. Fizemos um grande Carnaval para gritar 'É campeão' agora", afirmou.

As polêmicas na apuração do Grupo de Acesso são comuns. No ano passado, por exemplo, o resultado também foi questionado pelos sambistas. A Renascer de Jacerapguá foi a campeã, supostamente em detrimento da Acadêmicos do Cubango.

O presidente do Império Serrano, Átila Gomes, evitou polemizar, mas deixou transparecer sua insatisfação. "Durante 15 anos, fui mestre de bateria do Império Serrano. Passei dois anos na Vila Isabel, voltei agora como dirigente e achei que o Carnaval tinha mudado. Mas alguns problemas continuam. Alguns vícios continuam. Fazer o quê, né? Gosto de samba, vivo de samba, acredito no Carnaval e vou continuar acreditando, apesar desses problemas", lamentou.

 

Sem rebaixamento - Pouco antes do início da leitura das notas, uma decisão: nenhuma escola seria rebaixada do grupo de acesso A para o B. A alegação é o fato de a verba para o Carnaval ter sido liberada pela prefeitura somente 57 dias antes dos desfiles. Em reunião, todas as escolas optaram, então, por não rebaixar ninguém, já que o tempo de preparação para o Carnaval não foi considerado suficiente. A determinação lembra episódio semelhante no grupo especial no ano passado, quando nenhuma escola caiu já que várias foram afetadas pelo incêndio na Cidade do Samba.

Recém-saídas do Grupo Especial, que teve como campeã a Unidos da Tijuca, Porto da Pedra e Renascer de Jacarepaguá desfilam pelo Grupo de Acesso no ano que vem.

Assinaturas



Editora Abril Copyright © Editora Abril S.A. - Todos os direitos reservados