Gente

Em entrevista, Xuxa diz que sofreu abuso sexual

Apresentadora também afirmou que Ayrton Senna foi o grande amor da sua vida

Xuxa diz ter sofrido abuso sexual em entrevista ao 'Fantástico'

Xuxa diz ter sofrido abuso sexual em entrevista ao Fantástico (Reprodução)

Xuxa Meneghel, de 49 anos, revelou na noite deste domingo, em entrevista ao Fantástico, que sofreu abusos sexuais na adolescência. Segundo a apresentadora, os responsáveis pelo crime foram um melhor amigo de seu pai, o noivo de sua avó e um professor. Os abusos terminaram quando Xuxa tinha 13 anos e para a apresentadora podem estar relacionados com a sua dificuldade em encontrar um par ideal para constituir uma família.  

Durante a entrevista, Xuxa também falou sobre a sua vida amorosa. Ela lembrou a época em que namorou Pelé e afirmou ter aprendido muito com o jogador. "Ele foi uma pessoa muita importante para mim. Passamos seis anos juntos", disse. O grande amor da apresentadora, contudo, foi o piloto Ayrton Senna, morto em um acidente em 1994. "Nos completávamos. Ele foi a única pessoa com quem pensei em casar", afirmou. Um dia antes do acidente, Xuxa pensou em se declarar para a sua alma gêmea, mas quando se deu conta já era tarde demais. "Eu sei que vamos nos encontrar de novo", disse a apresentadora.   

Ao longo da conversa, a artista ressaltou que nunca teve privacidade e que sempre seus assistentes tinham de checar se não havia gente escondida sob a cama ou dentro dos armários. "É o preço que eu pago", reconhece a apresentadora em relação aos percalços da fama. 

Xuxa revelou ainda que encontrou Michael Jackson e que chegou a conhecer Neverland, o rancho onde vivia o cantor. Após uma visita, a artista afirmou ter recebido uma ligação do empresário do astro pop perguntando se ela não teria interesse em casar e ter filhos com ele. A resposta foi não. "Só fico com alguém quando me apaixono", disse. A apresentadora contou também que o tempo é cruel com quem trabalha na TV e destacou ser uma pessoa complicada para relacionamentos. "Não estou procurando alguém, mas corre sangue nessas veias. Os hormônios é que matam a gente", revela.   

Foi ao falar sobre a sua infância, contudo, que a apresentadora mais se emocionou. Ela contou que entende o conflito das crianças que sofrem abusos sexuais porque já viveu isso na própria pele. A apresentadora disse que enfrentou o problema até os 13 anos e que sentia vergonha da situação. "Achava que estava fazendo algo errado e que a culpa era minha, já que os abusos aconteceram algumas vezes." Segundo Xuxa, os criminosos eram um melhor amigo de seu pai, o noivo de sua avó e um professor do colégio. 

Para a apresentadora, os problemas na infância serviram como incentivo para que ela ajudasse outras crianças vítimas de abusos sexuais. "Vivi o amor verdadeiro através da minha mãe e das crianças", finalizou Xuxa. Mas não antes de ressaltar a importância de Senna na sua vida: "Vivi o grande amor da minha vida e foi rápido, porque tudo para ele era rápido demais."

Assinaturas



Editora Abril Copyright © Editora Abril S.A. - Todos os direitos reservados