A morte de Chorão

Memória

Chorão morreu por overdose de cocaína, aponta laudo

Segundo Polícia Técnico-Científica, corpo do vocalista do Charlie Brown Jr. tinha 4,714 microgramas da droga por mililitro de sangue

  • Chorão, vocalista da banda Charlie Brown Jr., durante entrevista de divulgação de seu filme 'O Magnata', no Hotel Unique, em São Paulo

    Almeida Rocha/Folhapress

  • Chorão, vocalista do Charlie Brown Jr, dentro de estúdio de gravação

    Divulgação

  • Cantor Chorão com a estilista Graziela Gonçalves, durante festa de aniversário do apresentador Marcos Mion, em 2007

    João Sal/Folhapress

  • Chorão, vocalista do grupo Charlie Brown Jr., em foto de 2005

    Roberto Setton

  • Chorão, vocalista do grupo Charlie Brown Jr., em foto de 2005

    Roberto Setton

  • Chorão, vocalista do conjunto Charlie Brown Jr. durante show no Rio Grande do Sul (2012)

    Eduardo Biermann

  • Chorão, vocalista do conjunto Charlie Brown Jr. durante show no Rio Grande do Sul (2012)

    Eduardo Biermann

  • Chorão, vocalista do conjunto Charlie Brown Jr. durante show no Rio Grande do Sul (2012)

    Eduardo Biermann

  • Chorão, vocalista do conjunto Charlie Brown Jr. durante show em Santa Catarina (2012)

    Eduardo Biermann

  • Chorão, vocalista do conjunto Charlie Brown Jr. durante show em Santa Catarina (2012)

    Eduardo Biermann

  • Chorão, vocalista do conjunto Charlie Brown Jr. durante show em Santa Catarina (2012)

    Eduardo Biermann

  • Chorão e a banda Charlie Brown Jr. com o prêmio de melhor Música, no 14º Prêmio Multishow de Música Brasileira 2007, no Theatro Municipal do Rio de Janeiro

    Leo Dresch/Divulgação

  • Carlinhos Brown e Chorão durante a gravação do programa 'Altas Horas', da Rede Globo, em comemoração ao aniversário de 59 anos do apresentador Serginho Groisman, em 2009

    Silvia Gosztonyi

  • Chorão, vocalista do conjunto Charlie Brown Jr. (2005)

    Roberto Setton

  • Chorão, vocalista da banda Charlie Brown Jr. no festival Planeta Atlântida 2010, na Praia de Atlântida, no Litoral Norte do RS

    Fernanda Davaglio

  • Heitor Gomes (baixo), Thiago Castanho (guitarra), Chorão (vocal) e Pinguim (beatbox) da banda Charlie Brown Jr., em 2005

    Divulgação

  • Chorão anda de skate durante apresentação do Charlie Brown Jr. em Teresina, em 2004

    Benonias Cardoso/Folhapress

  • Chorão, vocalista da banda Charlie Brown Jr., se apresenta na terceira noite do Festival de Verão de Salvador, em 2010

    Thiago Teixeira/AE

  • Chorão durante show da banda Charlie Brown Jr, em 2011

    Heitor Feitosa

  • O atacante Robinho com Chorão da banda de rock Charlie Brown Jr, na Vila Belmiro. O músico era fanático pelo Santos

    Mario Angelo

  • Chorão, do Charlie Brown Jr., cantando no show Acústico MTV Charlie Brown Jr., em 2003

    Divulgação

  • Champignon (baixo), Renato Pelado (bateria), Chorão (vocal), Marcão (guitarra) e Thiago Castanho (guitarra), a formação original do Charlie Brown Jr., em 2001

    Divulgação

  • Chorão, vocalista do Charlie Brown Jr., no Rio de Janeiro (2000)

    Leonardo Aversa/Agência O Globo

Foto 0 / 23

Ampliar Fotos

O músico Alexandre Magno Abrão, mais conhecido como Chorão, vocalista da banda Charlie Brown Jr., morreu devido a uma overdose de cocaína, segundo laudo necroscópico da Polícia Técnico-Científica de São Paulo. A informação foi confirmada na noite desta quinta-feira pelo delegado Itagiba Vieira, do Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), que investiga a morte do cantor.

LEIA TAMBÉM: Ex-mulher culpa drogas pela morte de Chorão
"Muita gente ajudava Chorão a ter droga", diz mulher

O laudo, com base em exame feito pelo Instituto Médico Legal (IML), aponta que o corpo de Chorão tinha 4,714 microgramas da droga por mililitro de sangue, o que aponta para morte por "intoxicação exógena devido à cocainemia". O vocalista da banda foi encontrado morto no dia 6 de março em seu apartamento no bairro de Pinheiros, em São Paulo.

O apartamento em que o corpo do cantor foi encontrado estava revirado e, segundo afirmou Itagiba na ocasião, com aspecto de abandono. Entre garrafas de cerveja e latas de energético, havia pó branco, levado para análise toxicológica. Pouco depois, em entrevista à TV Globo, a ex-mulher do cantor, a estilista Graziela Gonçalves, atribuiu a morte do músico às drogas. “Ele tinha as corridas dele, ligava para fulano de tal, gente que eu nem fazia ideia, e conseguia”, disse.

Saúde - Segundo o delegado, a saúde do cantor Chorão estava bastante debilitada devido ao uso de drogas. “Coração, rins, cérebro estavam afetados”, disse. “O uso exagerado da cocaína potencializou os problemas e o levou a morte.”

Para finalizar o inquérito, que deve ser arquivado, a polícia aguarda o resultado de um teste toxicológico para confirmar a provável mistura de álcool e medicamentos encontrados no apartamento.

Assinaturas



Editora Abril Copyright © Editora Abril S.A. - Todos os direitos reservados