Música

Bono: 'U2 pode acabar em 2012'

Líder da banda tem dúvidas quanto ao futuro do grupo, formado em 1976

Integrantes do U2 devem se separar no ano que vem

Integrantes do U2 devem se separar no ano que vem (Ethan Miller/Getty Images/VEJA)

Bono deu uma declaração bombástica para os fãs do U2: a banda pode terminar em 2012. "Não sei ao certo se realmente chegamos ao fim. É provável que ouçam algo sobre um novo trabalho no ano que vem, mas também é possível que isso não aconteça", disse, em entrevista recente à edição americana da revista Rolling Stone.

A decisão, porém, ainda está em aberto, como se vê pelo tom reticente com que o vocalista falou sobre o assunto. "Ficaria feliz se terminássemos a carreira com No Line on the Horizon (2009), mas duvido que isso aconteça."

O motivo para a separação seriam os constantes questionamentos em torno da relevância do U2 nos dias de hoje. Está previsto para este ano o lançamento da edição de luxo do disco Achtung Baby, de 1991. "Quero apenas sumir com a minha família, alguns livros, meu iPod e uma guitarra acústica", disse Bono.

Bono, o guitarrista The Edge, o baterista Larry Mullen Jr. e o baixista Adam Clayton estão juntos desde 1976. Em setembro, Bono já havia anunciado que o grupo faria uma pausa após o fim da turnê 360º. A temporada de shows iniciada em 2009 quebrou o recorde de arrecadação em turnês: 736 milhões de dólares. Até então, o marco pertencia ao Rolling Stones e a turnê A Bigger Band, que faturou 558 milhões de dólares.

Assinaturas



Editora Abril Copyright © Editora Abril S.A. - Todos os direitos reservados