Televisão

Beijo gay deve começar no final do capítulo de hoje de 'Amor e Revolução'

Autor de novela do SBT diz que cena 'acontece mesmo' na quinta-feira

Primeiro beijo gay de uma novela brasileira será de 'Amor e Revolução', do SBT (620)

Advogada Marcela (Luciana Vendramini) e Marina (Giselle Tigre) trocam beijo em 'Amor e Revolução' (Lourival Ribeiro/SBT/VEJA)

O primeiro beijo gay da teledramaturgia brasileira vai ao ar no final do capítulo desta quarta-feira de Amor e Revolução, novela do SBT que retrata o período da ditadura militar brasileira e agora entra para a história com a troca de carícas entre duas de suas personagens. A novela vai ao ar a partir das 21h45.

"A cena começa na quarta, mas o beijo vai ao ar mesmo na quinta", diz o autor da novela, Tiago Santiago. O dramaturgo classifica a exibição do beijo como "mais um passo na luta contra a homofobia, que é maléfica e violenta, produto da intolerância e falta de amor, e deve ser combatida e criminalizada".

A cena envolverá as personagens Marina (Giselle Tigre) e Marcela (Luciana Vendramini). Ao encontrar Marina triste com a rejeição de Tiago (Mario Cardoso), Marcela dirá que conhece uma homossexual a fim dela. Marina, ligada nos acontecimentos, logo perguntará se não é aquela que fala. E pouco depois as duas se atracarão para fazer história.

Assinaturas



Editora Abril Copyright © Editora Abril S.A. - Todos os direitos reservados