tarja da Tragédia em Santa Maria

Tragédia

Total de mortos em Santa Maria chega a 234

Posto Médico Legal confirma mais três óbitos na tragédia. Ministério da Saúde informa que 118 vítimas ainda estão internadas, 75 delas em estado gravíssimo

Marcela Donini, de Santa Maria
  • Mariane Wallau Vielmo tinha 25 anos e estudava Sistemas de Informação na Unifra, em Santa Maria

    Reprodução

  • Micheli Dias

    Reprodução

  • As irmãs Louise e Andressa

    Reprodução

  • Ricardo Piovesan

    Reprodução

  • Rhaissa

    Reprodução

  • Luiza Alves

    Reprodução

  • Ivan Munchen

    Reprodução

  • Helena Dambros

    Reprodução

  • Angelo Nicoloso

    Reprodução

  • Andressa Brissow

    Reprodução

  • Juliana Santos

    Reprodução

  • Laureanne

    Reprodução

  • Isabella Fioroni

    Reprodução

  • andre

    Reprodução

  • ana paula anibaletto

    Reprodução

  • Allana

    Reprodução

  • Ariel Nunes Andreatta

  • Alex Giacomolli

  • Andressa Rooz Paz

  • Andrise Farias Nicoletti

  • Augusto Malezan de Almeida Gomes

  • Bárbara Moraes Nunes

  • Bruna Camila Graeff

    Reprodução

  • Bruna Eduarda Neu

    Reprodução

  • Carlos Alexandre dos Santos Machado

    Reprodução

  • Carolina Simões Côrte Real

    Reprodução

  • Danilo Brauner Jaques

    Reprodução

  • Dionatha Kamphorst Paulo

    Reprodução

  • Emerson Cardoso Pain

    Reprodução

  • Gabriela Corcine Sanchotene

    Reprodução

  • João Aluisio Treuliebe

    Reprodução

  • José Manoel Rosa da Cruz

    Reprodução

  • Julia Cristofali Saul

    Reprodução

  • Juliana Moro Medeiros

    Reprodução

  • Camila Massulo Ramos

    Reprodução

  • Walter Mello Cabistani

    Reprodução

  • Daniela Betega Ahmadw

    Reprodução

  • Vinicios Greff

    Reprodução

  • Vanessa Vancovicht

    Reprodução

  • Elizandro Oliveira Rolin

    Reprodução

  • Shaiana Tauchem

    Reprodução

  • Tthais Zimermann

    Reprodução

  • Vagner Rolim Marostega

    Reprodução

  • Fernanda Tischer

    Reprodução

  • Rogerio Cardoso Ivaniski

    Reprodução

  • Vinicius Montardo Rosado

    Reprodução

  • Mirel Cruz

    Reprodução

  • Odomar Gonzaga Noronha

    Reprodução

  • Marton Manata

    Reprodução

  • Vitoria Dacorso

    Reprodução

  • Marcelo Salla

    Reprodução

  • Luana Behr Vianna

    Reprodução

  • Leticia Vasconcellos

    Reprodução

  • Alessandra Ferreira Flores

    Reprodução

  • Lleonardo Lacerda

    Reprodução

  • Bruna Brondani Papalia

    Reprodução

  • Leandra Toniolo

    Reprodução

  • Leonardo Karsburg

    Reprodução

  • Larissa Terres

    Reprodução

  • Daniel Knabbem da Rosa

    Reprodução

  • Juliana Sperone Lentz

    Reprodução

  • João Renato Chagas

    Reprodução

  • Fernando Pellin

    Reprodução

  • Ilivelton Koglin

    Reprodução

  • Greicy Pazzini Bairro

    Reprodução

  • Guilherme Pontes Gonçalves

    Reprodução

  • Bibiana Berleze

    Reprodução

  • Maria Mariana Rodrigues Ferreira

    Reprodução

  • Flávia di Carli Magalhães

    Reprodução

  • Roger Dallagno e Susiele Cassol

    Reprodução

  • Natascha Oliveira Urquiza

    Reprodução

  • Ricardo Dariva

    Reprodução

  • Emili Contreira Ercolani

    Reprodução

  • Alan Rembem de Oliveira

    Reprodução

  • Viviane Tólio Soares

    Reprodução

  • Bruna Karoline Geccai

    Reprodução

  • Rogério Floriano

    Reprodução

  • Franciele Vizioli

    Reprodução

  • Rafael Quilião e Oliveira

    Reprodução

  • Maicon Douglas Moreira Iensen

    Reprodução

  • Mariana Machado Bona

    Reprodução

  • Mauricio Loreto Jaime

    Reprodução

  • Melissa Berguemaier Correia

    Reprodução

  • Natana Pereira Canto

    Reprodução

  • Octacílio Altíssimo Gonçalves

    Reprodução

  • Pedro Morgental Silva

    Reprodução

  • Tanise Lopes Cielo

    Reprodução

  • Thailan Rehbein de Oliveira

    Reprodução

  • Tiago Amaro Cechinatto

    Reprodução

  • Tiago Dovigi Segabinazzi

    Reprodução

Foto 0 / 90

Ampliar Fotos

Atualização: Em 31 de janeiro de 2013, o número de mortos era de 236 pessoas. Segundo o Ministério da Saúde, 143 vítimas ainda estavam internadas, mais de oitenta em estado crítico.

O Posto Médico Legal da cidade de Santa Maria confirmou, na manhã desta terça-feira, que o total de mortos na tragédia da boate Kiss, na madrugada de domingo, subiu para 234. Nos três atestados de óbito que não constavam na lista consolidada até a noite de segunda-feira estão os nomes de Vinícius Marconato Uggeri, Thailan de Oliveira e Lucas Dias de Oliveira. A perita médica legista Maria Ângela Zucchetto confirmou os três novos registros de óbito ao site de VEJA. Ela comanda a 5ª Coordenadoria Regional de Perícias. Os três nomes não haviam sido computados na lista que, até a segunda-feira, informava 231 mortos.

Reprodução

Thailan Rehbein de Oliveira, com a namorada Bruna Neu. Os dois morreram no incêndio.

Thailan Rehbein de Oliveira, com a namorada Bruna Neu. Os dois morreram no incêndio.

O Ministério da Saúde informou, nesta manhã, que 118 vítimas ainda estão internadas. Dentre elas, estão 75 pessoas em estado crítico, em risco de vida, e outras vinte com queimaduras graves pelo corpo. 

Segundo informações da Agência Brasil, o número de internados com problemas menos graves diminuiu com a alta hospitalar de seis pessoas entre segunda e terça-feira. O ministro e a Secretaria de Saúde do município comemoram que nenhuma outra morte tenha sido registrada mais de 50 horas após a tragédia. “Nós temos 75 pacientes que estão em estado crítico, precisam de atenção e podem vir a óbito. Mas, em uma tragédia como essa, conseguir 54 horas sem mortes é muito bom”, disse Padilha.

Galeria de fotos: Conheça as vítimas do incêndio na boate Kiss

Um comitê de gerenciamento de crise foi montado no Hospital Caridade, em Santa Maria, para monitorar os pacientes que correm risco de vida e os novos casos de pneumonite que surgirem. Segundo o ministro, até seis dias após inalar a fumaça tóxica do incêndio, podem aparecer sintomas como falta de ar, cansaço e tosse, que tendem a evoluir de forma rápida para insuficiência respiratória. As autoridades de saúde mantêm a prática de transferir os pacientes de Santa Maria para Porto Alegre, de modo a garantir reserva de vagas para novos casos de pneumonite química que possam surgir entre as vítimas na cidade.

Assistência às famílias – De acordo com Padilha, foi feito um mapeamento para localizar as famílias que perderam parentes na tragédia para que recebam assistência psicológica. A Universidade Federal de Santa Maria (UFSM), onde estudava a maior parte dos jovens que morreram no incêndio, forneceu os endereços dos estudantes de outros municípios, e as prefeituras dessas cidades já foram acionadas para oferecerem suporte aos familiares dos mortos.

Segundo Padilha, o Centro de Apoio Psicossocial (CAPs) de Santa Maria está funcionando 24 horas para o atendimento de familiares e amigos que estejam sentindo algum tipo de distúrbio emocional. Também está atuando na cidade um grupo da Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul (PUC-RS). “Eles atuaram na tragédia das Torres Gêmeas e são especializados em cuidar do suporte psicológico de pacientes de traumas como esse”, disse o ministro.

Padilha segue para Porto Alegre nesta terça-feira para acompanhar a situação dos pacientes internados na capital, mas retorna à tarde para Santa Maria. Ainda não há previsão para que o ministro deixe o Rio Grande do Sul.

 

Os incêndios com mais mortes em casas noturnas no mundo

Ambientes fechados, material inflamável e poucas rotas de fuga compõem fórmula das tragédias

1 de 13

Boston, 1942 (Estados Unidos) - 492 mortes

A Cocoanut Grove era uma das casas noturnas mais chiques de Boston. A causa do fogo que matou 492 pessoas jamais foi determinada pela polícia. Outras 166 pessoas foram encaminhadas para hospitais da região. Como o incêndio ocorreu durante a Segunda Guerra Mundial, os investigadores consideraram a hipótese de sabotagem. 

Assinaturas



Editora Abril Copyright © Editora Abril S.A. - Todos os direitos reservados