Mais Lidas

  1. “Determinar final de operações PF”: diz bilhete encontrado na residência de João Santana e Mônica Moura

    Brasil

    “Determinar final de operações PF”: diz bilhete encontrado na...

  2. Em imagens, o vestido da discórdia em Wimbledon

    Esporte

    Em imagens, o vestido da discórdia em Wimbledon

  3. PF descobre laços impróprios entre Toffoli e empreiteiro do petrolão

    Brasil

    PF descobre laços impróprios entre Toffoli e empreiteiro do petrolão

  4. Gretchen, essa guerreira, casa pela 17ª vez

    Entretenimento

    Gretchen, essa guerreira, casa pela 17ª vez

  5. Thammy pede sugestão de nome masculino nas redes: 'Tommi?'

    Entretenimento

    Thammy pede sugestão de nome masculino nas redes: 'Tommi?'

  6. PF prende Carlinhos Cachoeira em operação contra lavagem de dinheiro

    Brasil

    PF prende Carlinhos Cachoeira em operação contra lavagem de dinheiro

  7. Arroz-de-festa Geisy Arruda e outros famosos no Oscar do Pornô

    Entretenimento

    Arroz-de-festa Geisy Arruda e outros famosos no Oscar do Pornô

  8. Sede do PT é depredada em São Paulo

    Brasil

    Sede do PT é depredada em São Paulo

PT alega 'cansaço' de Vaccari para tirar tesoureiro de Itaipu

Apontado por delator como responsável por captar o dinheiro do petrolão para o PT, João Vaccari Neto ocupa cargo de confiança em outra estatal

Por: Felipe Frazão, do Rio de Janeiro - Atualizado em

João Vaccari Neto, bancário, tesoureiro do PT, ex-presidente da Bancoop, em 2010
João Vaccari Neto, bancário, tesoureiro do PT, ex-presidente da Bancoop, em 2010(Sergio Dutti/AE/VEJA)

Arrastado para o centro do escândalo do petrolão, o tesoureiro nacional do PT, João Vaccari Neto, vai pedir afastamento do cargo que ocupa no Conselho de Administração da Itaipu Binacional. Embora o grupo de conselheiros se reúna apenas a cada dois meses, conforme o regimento da usina, o partido alega que a decisão se deve a "cansaço". Vaccari foi apontado pelo ex-diretor da Petrobras Paulo Roberto Costa de ser o elo do PT com o megaesquema de desvio de dinheiro da estatal, mas continua a fazer parte, oficialmente, do grupo de conselheiros da hidrelétrica indicados pelo governo federal.

Leia também:

Tesoureiro do PT citado no petrolão é delegado da campanha de Dilma

Vaccari comunicou ao partido que deixará o cargo de confiança antes de terminar seu mandato de quatro anos. As reuniões do conselho ocorrem alternadamente, no Brasil e no Paraguai. Ele recebe cerca de 20.000 reais mensais pela função. "Eu sei pelo Vaccari, meses atrás, que ele não pretende continuar. Na próxima reunião do conselho de Itaipu ele vai comunicar a saída dele no final do governo Dilma, embora o mandato dele vá até 2016", disse o presidente nacional do PT, Rui Falcão. "Ele está lá desde 2002, está cansado e quer se dedicar integralmente [ao partido]. Está cansado de se dividir entre atividades diferentes."

Por enquanto, o partido poupou Vaccari. A presidente Dilma esquiva-se de comentar o caso do tesoureiro, afirmando não ter mandato para falar sobre decisões do partido - ele, no entanto, tem funções de confiança na campanha. Falcão disse que as acusações contra o tesoureiro são "vagas" e que "não há nenhuma razão para afastá-lo da sigla".

TAGs:
Itaipu
Petrobras
João Vaccari Neto