Mais Lidas

  1. Marcela Temer: bela, recatada e “do lar”

    Brasil

    Marcela Temer: bela, recatada e “do lar”

  2. Anatel sinaliza fim da era da internet ilimitada no Brasil

    Economia

    Anatel sinaliza fim da era da internet ilimitada no Brasil

  3. Temer pretende criar três superministérios: economia, infraestrutura e social

    Brasil

    Temer pretende criar três superministérios: economia,...

  4. 'Estou tendo meus sonhos e direitos torturados', diz Dilma

    Brasil

    'Estou tendo meus sonhos e direitos torturados', diz Dilma

  5. O futuro da Lava-Jato: a luta continua

    Brasil

    O futuro da Lava-Jato: a luta continua

  6. Lula: ‘Cerveró não pode ficar no sereno’

    Brasil

    Lula: ‘Cerveró não pode ficar no sereno’

  7. Magreza de Carolina Dieckmann em foto de biquíni assusta fãs

    Entretenimento

    Magreza de Carolina Dieckmann em foto de biquíni assusta fãs

  8. Renan recebeu propina de US$ 6 milhões, diz Cerveró

    Brasil

    Renan recebeu propina de US$ 6 milhões, diz Cerveró

Promotores querem estabelecer data para prender Lula

No pedido de prisão preventiva do ex-presidente, há também pedido para poder cumprir pessoalmente o mandado

- Atualizado em

Os promotores de Justiça Fernando Henrique de Moraes Araújo, Cássio Roberto Conserino e José Carlos Blat concederam na tarde de quinta-feira (10) uma entrevista coletiva no prédio do Ministério Público para explicar as denúncias contra o ex-presidente Lula e mais 15 pessoas envolvidas
Os promotores de Justiça Cassio Roberto Conserino, José Carlos Blat e Fernando Henrique de Moraes Araújo, concederam nesta tarde de quinta-feira (10) uma entrevista coletiva no prédio do Ministério Público para explicar as denuncias contra o ex-presidente Lula e mais 15 pessoas envolvidas(Paulo Whitaker/Reuters)

No pedido de prisão preventiva para o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, os promotores do Ministério Público de São Paulo pediram também autorização para 'fixar a data da respectiva execução e cumprimento dos mandados'. O pedido de prisão será analisado pela juíza Maria Priscilla Ernandes, da 4ª Vara Criminal da Capital.

Reportagem no jornal O Estado de S.Paulo informa que os promotores Cássio Conserino, José Carlos Blat e Fernando Henrique de Moraes Araújo pedem: "Em caso de deferimento, que os mandados sejam entregues em mãos a um dos promotores de Justiça subscritores da denúncia, a fim de que sejam posteriormente cumpridos na forma a ser estabelecida pelo Ministério Público, inclusive com uso de força policial, caso necessária, com evidente respeito à legislação vigente, tudo a fim de obter a melhor forma de operacionalização das medidas, evitando violação dos direitos fundamentais dos denunciados".

Os promotores também pediram a prisão de Léo Pinheiro e de executivos da OAS, além do ex-tesoureiro do PT João Vaccari Neto. O pedido de prisão consta de um anexo da denúncia, cuja íntegra pode ser lida aqui.

Lula é acusado de atentar contra a ordem pública ao desrespeitar as instituições que compõem o sistema de Justiça, especialmente a partir do momento em que as investigações do Ministério Público do Estado de São Paulo e da Operação Lava Jato se voltaram contra ele. O Ministério Público alega que, se não for preso, Lula poderia fugir facilmente, além de inflamar a militância para blindá-lo de qualquer investigação. "Os motivos são suficientes para permitir a conclusão de que movimentará ele toda a sua 'rede' violenta de apoio para evitar que o processo crime que se inicia com a presente denúncia tenha seu curso natural, com probabilidade evidente de ameaças a vítimas e testemunhas e prejuízo na produção das demais provas do caso", diz o MP.

Leia também:

Ministério Público de SP pede prisão preventiva de Lula

TAGs:
Ministério Público