tarja-rio+20

Meio Ambiente

ONU divulga lista completa de eventos paralelos da Rio+20

A partir do dia 13 de junho, Riocentro terá 20 debates diários sobre meio ambiente e sustentabilidade. Cidade terá feriado entre os dias 20 e 22 de junho

Estrutura metálica do Projeto Humanidades, no Forte de Copacabana: espaço para debates durante a Rio+20

Estrutura metálica do Projeto Humanidades, no Forte de Copacabana: espaço para debates durante a Rio+20 (Lucas Landau)

A agenda principal da Rio+20 ocorre entre os dias 20 e 22 de junho, no Rio de Janeiro. Mas a partir do dia 13, assuntos que vão da sustentabilidade nas empresas a questões relativas a tribos e manejos de florestas estarão sendo discutidos nos eventos paralelos da conferência. O secretariado da Rio+20 liberou a programação oficial de eventos paralelos. São eventos que obtiveram o aval da ONU através de projeto seletivo aberto em janeiro deste ano, e todos ocorrem dentro do território administrado pelas Nações Unidas no Centro de Convenções do Riocentro.

A grade é extensa e compreende um total de 20 eventos diários, de 9h30 às 21h00, no período de 13 a 22 de junho. Para participar, é preciso ter registro junto à ONU e apresentar as credenciais, que começarão a ser distribuídas aos participantes registrados previamente a partir de 9 de junho, no próprio Riocentro. A lista completa está no site da ONU.

O Rio de Janeiro terá feriado municipal, com ponto facultativo para os servidores federais, entre os dias 20 e 22 – datas oficiais da Rio+20. Nesta sexta-feira, o Exército apresentou a sala do Centro de Operações da Rio+20, de onde serão controladas todas as ações de segurança da conferência. Na sexta-feira foi apresentado o espaço no Forte de Copacabana que vai receber todos aqueles que quiserem entrar em contato com os temas da Rio+20, no projeto Humanidade 2012. É necessário cadastro prévio pela internet para ter acesso e participar do programa.

Conheça o calendário da Rio+20

 

info_veja

Onde e quando acontecerão os eventos da Rio+20

Os cerca de 50 mil participantes da conferência vão se reunir em espaços nas zonas sul e oeste, com destaque para as regiões próximas ao Parque do Flamengo e ao Riocentro

1 de 7

Parque do Flamengo

Vista aérea do Aterro do Flamengo. Foto: Selmy Yassuda

Será a sede dos eventos de ONGs, instituições públicas e pequenas ou médias empresas. Estão previstos para o local a Cúpula dos Povos e a Marcha das ONGs. Os eventos começam no dia 13 e vão até 22 de junho, em uma extensão de área ainda a ser definida pela Prefeitura do Rio de Janeiro.

Assinaturas



Editora Abril Copyright © Editora Abril S.A. - Todos os direitos reservados