18/12/2011 - 09:54
Fonte: Logo-estadao-conteudo

Geral

Novo terminal de Cumbica fica só para janeiro

Por AE

São Paulo - O aperto vai continuar neste fim de ano no Aeroporto de Cumbica, em Guarulhos. Antes prometida para terça-feira, a inauguração do Terminal Remoto do aeroporto ficou para a segunda quinzena de janeiro, quando o pior do movimento intenso das férias já vai ter passado. Com capacidade para 5 milhões de passageiros, o chamado "puxadão" ganhou novo nome: Terminal 4 de Cumbica.

O motivo do atraso foi o desabamento ocorrido há três semanas no "puxadão". Parte do forro que dava sustentação aos dutos de ar-condicionado no teto caiu durante a obra, ferindo levemente dois funcionários. A construtora Delta - líder em contratos milionários com o governo federal - ainda investiga as causas do acidente na obra que custou R$ 86 milhões e começou em julho.

Hoje o aeroporto conta com os Terminais 1 e 2 e o aguardado Terminal 3 está em fase de terraplenagem. Só deve começar a sair do chão quando ficar definida qual empresa da iniciativa privada vai operar Cumbica - o leilão está marcado para fevereiro. A Empresa Brasileira de Infraestrutura Aeroportuária (Infraero) continuará com 49% da sociedade. O Terminal 4 será então inaugurado antes mesmo de o 3 começar a ser construído.

A Infraero garante que, mesmo com o atraso por causa do desabamento, a entrega do Terminal 4 será feita dentro do prazo oficial - 26 de janeiro. A ideia da estatal era colocar o "puxadão" em operação antes do Natal para aliviar a situação de Cumbica, mesmo sem estar 100% pronto. O aeroporto recebeu, de janeiro até outubro deste ano, 24,7 milhões de passageiros. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

Assinaturas



Editora Abril Copyright © Editora Abril S.A. - Todos os direitos reservados