Mais Lidas

  1. Produtores de ‘Game of Thrones’ ficaram chocados com três revelações do autor

    Entretenimento

    Produtores de ‘Game of Thrones’ ficaram chocados com três...

  2. Miriam Belchior é exonerada da presidência da Caixa

    Economia

    Miriam Belchior é exonerada da presidência da Caixa

  3. Sequestrador de Ana Hickmann foi ‘assassinado com crueldade e frieza’, diz irmã

    Entretenimento

    Sequestrador de Ana Hickmann foi ‘assassinado com crueldade e...

  4. Embaixador da Venezuela falta a cerimônia com Temer

    Brasil

    Embaixador da Venezuela falta a cerimônia com Temer

  5. Ana Hickmann surge com a família após atentado: 'Esgotados'

    Entretenimento

    Ana Hickmann surge com a família após atentado: 'Esgotados'

  6. 'Foi uma bela vitória', diz Temer, sobre aprovação de meta fiscal

    Brasil

    'Foi uma bela vitória', diz Temer, sobre aprovação de meta fiscal

  7. Teori homologa delação do ex-presidente da Transpetro Sérgio Machado

    Brasil

    Teori homologa delação do ex-presidente da Transpetro Sérgio Machado

  8. Em gravação, Renan fala em mudar lei da delação

    Brasil

    Em gravação, Renan fala em mudar lei da delação

Moro autoriza PF a abrir inquérito específico sobre sítio Santa Bárbara

Força-tarefa da Lava Jato quer investigar as relações do imóvel, frequentado pelo ex-presidente Lula, com empreiteiras e investigados na Operação que fizeram obras no local

- Atualizado em

Sitio Santa Barbara frequentado pela família do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva na cidade de Atibaia,interior de São Paulo - 27/01/2016
Sítio Santa Bárbara, em Atibaia, no interior de São Paulo (Joel Silva/Folhapress)

O juiz federal Sérgio Moro, que conduz os processos da Operação Lava Jato em 1º instância, autorizou a Polícia Federal a abrir um inquérito específico para investigar o sítio Santa Bárbara, em Atibaia (SP), usado frequentemente pelo ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva. A força-tarefa do Ministério Público Federal suspeita que empreiteiras, como OAS e Odebrecht, e investigados, como o pecuarista José Carlos Bumlai, tenham realizado obras na propriedade como compensação por contratos com o governo. Até então, as suspeitas eram investigadas em um inquérito que tem como alvo apenas executivos da OAS.

No despacho datado do dia 4 de fevereiro, mas publicado nesta terça-feira, Moro diz que não tem "óbice (objeção) à efetivação do desmembramento requerido pela PF".

"Considerando-se que o IPL (inquérito policial) 0594/14 (já relatado e que aguarda perícia em andamento) diz respeito especificamente à empresa OAS, entendemos ser necessário o desmembramento dos documentos produzidos no bojo deste IPL que digam respeito à investigação da suposta relação do imóvel localizado em Atibaia (SP), com a empresa OAS e outras empresas e pessoas físicas investigadas na Operação Lava Jato, reunindo-se o material produzido em novo IPL a ser instaurado, após a autorização judicial, em dependência ao IPL 1041/13", diz o pedido da PF.

Com a decisão, um novo inquérito - sigiloso - foi aberto. "Além da extensão da investigação para além do âmbito da empresa OAS, entendemos que as diligências em curso demandam necessário sigilo, já que o fato ainda está em investigação", informa a PF na representação a Moro.

Além das obras supostamente realizadas por empreiteiras acusadas de fatiar obras na Petrobras mediante o pagamento de propinas, a força-tarefa da Lava Jato investiga quem são os donos do sítio e quais as relações do advogado Roberto Teixeira, compadre do ex-presidente Lula, com a compra e a reforma do sítio Santa Bárbara.

A propriedade está em nome de Fernando Bittar, filho do ex-prefeito de Campinas Jacó Bittar (PT), e do empresário Jonas Suassuna. Ambos são sócios de um dos filhos de Lula. O negócio foi formalizado em 29 de outubro de 2010 no escritório de Teixeira, padrinho do filho caçula do ex-presidente, Luis Claúdio. A família de Lula usa frequentemente o sítio, que foi reformado em 2011, após sua compra.

Leia também:

Imagens do Google registram evolução da reforma no sítio de Lula

MP apura se mudança de ex-presidente Lula foi para sítio de Atibaia

OAS pagou cozinhas planejadas do tríplex e do sítio de Lula, diz jornal

(Com Estadão Conteúdo)

TAGs:
Operação Lava Jato
Sérgio Moro