Mais Lidas

  1. Sônia Abrão pede desculpas por sair correndo do programa

    Entretenimento

    Sônia Abrão pede desculpas por sair correndo do programa

  2. Estupro de jovem de 16 anos no Rio "está provado", diz delegada

    Brasil

    Estupro de jovem de 16 anos no Rio "está provado", diz delegada

  3. Janaina Paschoal: rotina de isolamento pós-impeachment

    Brasil

    Janaina Paschoal: rotina de isolamento pós-impeachment

  4. Japão: Pais abandonam filho na floresta para castigá-lo e criança desaparece

    Mundo

    Japão: Pais abandonam filho na floresta para castigá-lo e criança...

  5. Lewandowski interferiu em processo para ajudar o PT e a presidente Dilma

    Brasil

    Lewandowski interferiu em processo para ajudar o PT e a presidente...

  6. Ex-presidente do PSDB de Minas é preso em operação

    Brasil

    Ex-presidente do PSDB de Minas é preso em operação

  7. Renan Ribeiro, do 'The Voice', morre em acidente de carro

    Entretenimento

    Renan Ribeiro, do 'The Voice', morre em acidente de carro

  8. Latam suspende temporariamente voos à Venezuela

    Economia

    Latam suspende temporariamente voos à Venezuela

Ministeriável das Cidades favoreceu irmã na Paraíba

Aguinaldo Ribeiro destinou 780 mil reais em emendas para obras de saúde e educação em Campina Grande, onde sua irmã disputará a prefeitura

- Atualizado em

Favorito para assumir o Ministério das Cidades, o líder do PP na Câmara, Aguinaldo Ribeiro, favoreceu no Orçamento de 2012 o curral eleitoral da irmã, a deputada estadual paraibana Daniella Ribeiro (PP), pré-candidata a prefeita de Campina Grande (Paraíba) este ano. Ele encabeça a lista para substituir Mário Negromonte, também do PP, que deve entregar a carta de demissão nesta quinta-feira.

Segundo colégio eleitoral do Estado, com forte influência política da família do ministeriável, a cidade foi contemplada com três emendas individuais do deputado, que somam 780 mil reais, para obras de saúde e educação. Duas delas destinam 450 mil reais do Fundo Nacional de Saúde (FNS) para serviços nos hospitais Escola e Pedro I. A terceira, de 330 mil reais, é para a aquisição de equipamentos para o Centro de Humanidades da Universidade Federal de Campina Grande (UFCG), um dos nichos de campanha de Daniella, que é professora universitária.

Em seu primeiro mandato na Câmara, o deputado emplacou 12 emendas ao Orçamento de 2012, cuja soma alcança 15 milhões de reais, para programas de sete ministérios. A maioria não traz a indicação da cidade de destino, o que significa que Campina Grande pode ser beneficiada com mais dinheiro.

Uma das emendas, de 2,6 milhões de reais, é para a pasta das Cidades - hoje nas mãos do PP e que possivelmente será comandada por Aguinaldo. A verba está prevista na Política Nacional de Desenvolvimento Urbano para "ações de infraestrutura urbana em municípios da Paraíba".

A liberação das emendas se dará ao longo do ano, a critério do governo federal. Por ora, não há empenho (compromisso de pagamento) para nenhuma delas.

Campina Grande deu a maior votação a Ribeiro nas eleições de 2010 (12.739 votos), bem à frente de João Pessoa, com o segundo melhor resultado para ele (6.407 votos). As duas cidades são as únicas com emendas específicas do deputado no Orçamento de 2012. A capital foi contemplada com 220 mil reais para o Hospital Napoleão Laureano.

Em Campina Grande, os Ribeiro construíram sua história política. Pai do líder do PP, hoje presidente do partido no Estado e um dos principais articuladores da campanha da filha, Enivaldo Ribeiro governou a cidade de 1977 a 1983. A mãe, Virgínia Velloso Borges, é prefeita de Pilar, na mesma região.

Procurada, a irmã do deputado disse apenas que as alianças para a sua candidatura ainda estão abertas.

O deputado Aguinaldo Ribeiro negou, por meio de sua assessoria, que a destinação de emendas para Campina Grande tenha vinculação com a campanha da irmã. Segundo ele, a cidade é sua base política e os investimentos, via emendas, estão sendo feitos, apesar de o prefeito, Veneziano Vital do Rêgo (PMDB), ser seu adversário político. Ribeiro informou que a emenda do Ministério das Cidades, de 2,6 milhões de reais, embora de maior valor, não representa um quinto do total aprovado para o Orçamento 2012. "Não há concentração de emendas numa Pasta só".

(Com Agência Estado)

TAGs:
Ministério das Cidades
PP