Evangélicos

Malafaia ataca união homossexual e causa reação nas redes sociais

Pastor fez duros ataques ao casamento e à adoção de crianças por homossexuais e negou possuir patrimônio de 300 milhões de reais

O pastor Silas Malafaia e a apresentadora Marília Gabriela

O pastor Silas Malafaia e a apresentadora Marília Gabriela (Divulgação)

As declarações do pastor Silas Malafaia, líder da Assembleia de Deus Vitória em Cristo, no programa De Frente com Gabi, apresentado por Marília Gabriela no SBT, provocaram reações nas redes sociais nesta segunda-feira. Malafaia fez críticas ao relacionamento entre homossexuais e atacou a revista americana Forbes, que o apontou como dono de uma fortuna de 305 milhões de reais.

“Eu não acredito que dois homens possam desenvolver um ser humano ou criar uma criança perfeita no sentido total”, disse ele, referindo-se à hipóstese de adoção por homossexuais. “Eu acredito que Deus fez o homem e a mulher e que esses seres se completam. Tenho minhas dúvidas sobre o que vai acontecer com essa criança (adotada por gays).”

O pastor, que é formado em psicologia, disse que homossexualidade "é um comportamento", que pode ser mudado. “Ninguém nasce gay. Não existe ordem cromossômica homossexual. Não existe gene homossexual. Existe ordem cromossômica de macho e de fêmea. Vamos às pesquisas, 46% dos homossexuais foram violados e violentados quando crianças e adolescentes. Esses 46% passaram a ser homossexuais depois de serem violentados.”

Mesmo se opondo à extensão do direito de adoção para casais homossexuais e à aprovação do projeto de lei 122, chamada de Lei da Homofobia, Malafaia disse "amar" os gays. “Eu posso defender as minhas teses com a maior veemência possível, mas não significa que eu odeie essas pessoas. Concordar com uma prática é uma coisa, amar uma pessoa é outra. Eu amo os homossexuais, mas eu discordo 100% de suas práticas. Eu os amo, eles sabem disso, não são bobinhos. Eu os amo assim como amo os bandidos,  amo os assassinos - eu aumento o leque.” 

Forbes - Na entrevista, Malafaia também  reclamou da menção do seu nome em um ranking da revista Forbes, que listou os pastores mais ricos do Brasil . Ele aparece em terceiro, atrás de Edir Macedo, da Igreja Universal, com 950 milhões de dólares (quase 2 bilhões de reais), e de Valdemiro Santiago, da Igreja Mundial do Poder de Deus, com patrimônio estimado em 220 milhões de dólares (440 milhões de reais).

Leia também: Edir Macedo é pastor mais rico do país, diz revista)

“O jornalista [que escreveu a matéria da Forbes] vai perder o emprego. Eu vou processar a Forbes nos Estados Unidos. Eu não vou processar aqui [no Brasil]. Aqui não tem graça.”

Para refutar a publicação americana, Malafaia levou uma cópia do que disse ser sua declaração de bens entregue à Receita Federal. Segundo ele, a relação inclui uma participação de 2 milhões de reais em uma editora evangélica, uma casa avaliada em 800 000 reais e seis apartamentos, sendo um deles no badalado balneário americano de Boca Raton, em Palm Beach, Flórida. No total, Malafaia afirmou possuir patrimônio de 4 milhões de reais. A Receita Federal não obriga os contribuintes a atualizar valores de bens imóveis.

Malafaia refutou a visão de que os pastores ganham muito dinheiro e se comparou ao astro do futebol português Cristiano Ronaldo. “Quando alguém me vê, ou quando alguém vê o R. R. Soares, ou o Bispo Macedo, é igualzinho a estar vendo o Cristiano Ronaldo no futebol . Existe uma meia dúzia de pastores de alto nível, de salários e tudo. Mas a grande massa dos pastores não ganha mais de cinco salários.”

Assinaturas



Editora Abril Copyright © Editora Abril S.A. - Todos os direitos reservados