Mais Lidas

  1. Escritório de advocacia ligado a Paulo Bernardo recebeu R$ 7 milhões em propina

    Brasil

    Escritório de advocacia ligado a Paulo Bernardo recebeu R$ 7...

  2. Polícia Federal prende o ex-ministro Paulo Bernardo

    Brasil

    Polícia Federal prende o ex-ministro Paulo Bernardo

  3. Australiana acorda com cobra de 5 metros aos pés da cama

    Mundo

    Australiana acorda com cobra de 5 metros aos pés da cama

  4. ‘Independence Day 2’: mais badalo que cinema

    Entretenimento

    ‘Independence Day 2’: mais badalo que cinema

  5. Operação Turbulência: empresário foragido é encontrado morto em motel

    Brasil

    Operação Turbulência: empresário foragido é encontrado morto em motel

  6. Grazi pega ex de Mariana Rios e sacode as redes sociais

    Entretenimento

    Grazi pega ex de Mariana Rios e sacode as redes sociais

  7. Atacante Jobson é preso acusado de estuprar 4 menores

    Esporte

    Atacante Jobson é preso acusado de estuprar 4 menores

  8. Na comissão do impeachment, (quase) silêncio sobre Gleisi e Paulo Bernardo

    Brasil

    Na comissão do impeachment, (quase) silêncio sobre Gleisi e Paulo...

Lula sabia, sim, do mensalão, confirma Chinaglia

- Atualizado em

Em depoimento à Justiça, o deputado Arlindo Chinaglia (PT-SP) confirmou ontem que o presidente do PTB, Roberto Jefferson, denunciou ao presidente Luiz Inácio Lula da Silva a suposta existência do mensalão, esquema de compra de apoio ao governo no Congresso. O petista disse que o episódio ocorreu em março de 2005, em uma reunião no Palácio do Planalto, onde estavam presentes Lula, Jefferson, o então ministro Walfrido Mares Guia (Turismo), o hoje ministro do Tribunal de Contas da União (TCU) José Múcio Monteiro e o deputado Aldo Rebelo (PCdoB-SP).

De acordo com o depoimento, Jefferson teria mencionado no final da reunião a questão de pagamentos que estariam sendo feitos a parlamentares. O ex-presidente da Câmara afirmou que Lula pediu que a questão fosse apurada.

Chinaglia não é o primeiro depoente que afirma que o presidente foi alertado sobre o mensalão. Em 2005, ao Conselho de Ética da Câmara, o então ministro da Coordenação Política, deputado Aldo Rebelo, confirmou que estava presente à reunião entre Lula e Jefferson quando o então presidente nacional do PTB falou de pagamentos a parlamentares. "O presidente Lula ouviu e pediu a mim e ao líder Chinaglia que investigássemos essa denúncia", afirmou Rebelo, na ocasião.

(Com Agência Estado)

TAGs:
Julgamento do Mensalão