Mais Lidas

  1. Polícia pede a prisão de quatro suspeitos de estupro coletivo no Rio

    Brasil

    Polícia pede a prisão de quatro suspeitos de estupro coletivo no Rio

  2. Pedro Corrêa faz relato contundente de envolvimento de Lula no petrolão

    Brasil

    Pedro Corrêa faz relato contundente de envolvimento de Lula no...

  3. Polícia tenta identificar bandidos que praticaram estupro coletivo em favela do Rio de Janeiro

    Brasil

    Polícia tenta identificar bandidos que praticaram estupro coletivo...

  4. China cria ônibus que 'passa por cima' de engarrafamentos

    Economia

    China cria ônibus que 'passa por cima' de engarrafamentos

  5. Família de Johnny Depp 'odiava' Amber Heard

    Entretenimento

    Família de Johnny Depp 'odiava' Amber Heard

  6. OAB divulga nota em repúdio a estupro coletivo de jovem de 16 anos no Rio

    Brasil

    OAB divulga nota em repúdio a estupro coletivo de jovem de 16 anos...

  7. Alexandre de Moraes: 'Todos serão investigados'

    Brasil

    Alexandre de Moraes: 'Todos serão investigados'

  8. Johnny Depp nega pensão para ex-mulher

    Entretenimento

    Johnny Depp nega pensão para ex-mulher

Jornalista Lanzetta deixa campanha de Dilma

Dono de empresa responsável por contratar equipe de comunicação petista é suspeito de participar de esquema de espionagem

- Atualizado em

Jornalista Lanzetta pediu desligamento depois que esquema de espionagem contra tucanos veio à tona
Jornalista Lanzetta pediu desligamento depois que esquema de espionagem contra tucanos veio à tona(Agência Senado/VEJA)

O jornalista Luiz Lanzetta pediu desligamento da campanha da candidata do PT, Dilma Rousseff neste sábado. Ele é suspeito de participar de um esquema de espionagem contra o pré-candidato tucano à Presidência, José Serra. Lanzetta é proprietário da empresa Lanza, apontada como responsável pela contratação de integrantes da equipe de comunicação da campanha petista.

Em reportagem publicada por VEJA neste final de semana, o delegado aposentado da Polícia Federal Onésimo Sousa aponta Lanzetta como a pessoa responsável pela montagem do esquema de espionagem.

Mais cedo, o presidente nacional do PT, José Eduardo Dutra, havia dito que o Lanzetta não tinha "nenhuma relação" com a campanha de Dilma Rousseff à Presidência da República nem autorização ou recomendação de seu comando para tratar de contratação de arapongas e da fabricação de dossiês contra adversários políticos.

(Com Agência Estado)

TAGs:
Dilma Rousseff
Campanha Eleitoral
José Serra
PT