- Atualizado em

Tiago Tadeu Faria, de 29 anos, preso por rasgar as notas do carnaval 2012, no Sambódromo de Anhembi, na zona norte de São Paulo, negou, em entrevista exclusiva para o Jornal da Globo, que tenha sido "designado para cumprir uma missão de destruir a apuração do carnaval".

Ele afirmou que foi movido por "indignação mesmo, a aquela troca de jurados ocorrida um dia antes". A Polícia Civil trabalha com hipótese de premeditação nos atos de vandalismo que tumultuaram a apuração.

O delegado da Delegacia de Turismo (Deatur), Osvaldo Nico Gonçalves, que comanda as investigações, considera que Tiago tinha uma missão. O acusado disse ainda que comprou, em frente ao sambódromo, a pulseira de acesso à área restrita aos diretores das escolas.

(Com Agência Estado)

TAGs:
Carnaval