Mais Lidas

  1. Ex-ator mirim sobre pedofilia em Hollywood: ‘Fui molestado por várias pessoas’

    Entretenimento

    Ex-ator mirim sobre pedofilia em Hollywood: ‘Fui molestado por...

  2. Sequestrador de Ana Hickmann foi ‘assassinado com crueldade e frieza’, diz irmã

    Entretenimento

    Sequestrador de Ana Hickmann foi ‘assassinado com crueldade e...

  3. Em gravação, Sarney promete ajuda a Sergio Machado

    Brasil

    Em gravação, Sarney promete ajuda a Sergio Machado

  4. Mulher do senador Telmário Mota se entrega à Polícia Federal em Roraima

    Brasil

    Mulher do senador Telmário Mota se entrega à Polícia Federal em...

  5. Temer envia general para representá-lo na Guiana

    Brasil

    Temer envia general para representá-lo na Guiana

  6. Produtores de ‘Game of Thrones’ ficaram chocados com três revelações do autor

    Entretenimento

    Produtores de ‘Game of Thrones’ ficaram chocados com três...

  7. Miriam Belchior é exonerada da presidência da Caixa

    Economia

    Miriam Belchior é exonerada da presidência da Caixa

  8. Nova HQ revela que Capitão América, na verdade, é um vilão

    Entretenimento

    Nova HQ revela que Capitão América, na verdade, é um vilão

Homem que rasgou notas no Carnaval nega premeditação

Em entrevista para a TV, Tiago Tadeu Faria afirmou que agiu por conta própria

- Atualizado em

Tiago Faria, de 29 anos, integrante da Império de Casa Verde, invade área destinada aos jurados na apuração dos desfiles do Carnaval 2012 de São Paulo e rasga papéis onde estavam as notas a serem validadas, no Sambódromo do Anhembi, na zona norte da capital
Tiago Faria, de 29 anos, integrante da Império de Casa Verde, invade área destinada aos jurados na apuração dos desfiles do Carnaval 2012 de São Paulo e rasga papéis onde estavam as notas a serem validadas, no Sambódromo do Anhembi, na zona norte da capital(Marcos Bezerra/Futura Press/AE/VEJA)

Tiago Tadeu Faria, de 29 anos, preso por rasgar as notas do carnaval 2012, no Sambódromo de Anhembi, na zona norte de São Paulo, negou, em entrevista exclusiva para o Jornal da Globo, que tenha sido "designado para cumprir uma missão de destruir a apuração do carnaval".

Ele afirmou que foi movido por "indignação mesmo, a aquela troca de jurados ocorrida um dia antes". A Polícia Civil trabalha com hipótese de premeditação nos atos de vandalismo que tumultuaram a apuração.

O delegado da Delegacia de Turismo (Deatur), Osvaldo Nico Gonçalves, que comanda as investigações, considera que Tiago tinha uma missão. O acusado disse ainda que comprou, em frente ao sambódromo, a pulseira de acesso à área restrita aos diretores das escolas.

(Com Agência Estado)

TAGs:
Carnaval