- Atualizado em

Policiais socorrem o homem que foi baleado na tarde desta quarta-feira em posto de gasolina na Avenida Santa Inês, no Mandaqui, na zona norte de São Paulo. Ele chegou morto ao hospital
Policiais socorrem o homem que foi baleado na tarde desta quarta-feira em posto de gasolina na Avenida Santa Inês, no Mandaqui, na zona norte de São Paulo. Ele chegou morto ao hospital(Grizar Junior/AE/VEJA)

Um homem de 49 anos foi baleado dentro de um posto de gasolina na tarde desta quarta-feira na zona norte de São Paulo. O fato foi registrado pela Polícia Militar por volta das 13 horas na rua Santa Inês, no Mandaqui.

A vítima chegou a ser socorrida pelos agentes que atenderam a ocorrência, porém não resistiu aos ferimentos e chegou morta ao hospital. A PM ainda não sabe informar detalhes sobre o motivo que causou o tiro dentro do posto de gasolina.

O caso ocorreu no terceiro dia de greve dos caminhoneiros que abastecem os postos da capital. Mesmo após uma decisão judicial que determinava a volta da categoria ao serviço, muitos postos ainda não têm combustível para fornecer aos consumidores. A greve promoveu uma corrida aos postos da capital.

Leia também:

Petrobras: reabastecimento em SP será gradual

Kassab diz que distribuição de combustível voltou ao normal

Um homem foi assassinado a tiros em um posto de combustíveis na Avenida Santa Inês, na zona norte de São Paulo, nesta quarta-feira
Um homem foi assassinado a tiros em um posto de combustíveis na Avenida Santa Inês, na zona norte de São Paulo, nesta quarta-feira(Grizar Junior/AE/VEJA)
(Com Agência Estado)
TAGs:
Polícia Militar
São Paulo