Mais Lidas

  1. Luiza Brunet diz ter sido espancada pelo ex, Lírio Parisotto

    Entretenimento

    Luiza Brunet diz ter sido espancada pelo ex, Lírio Parisotto

  2. Movimentação financeira de 'garçom do Lula' foi 69 vezes superior aos seus rendimentos

    Brasil

    Movimentação financeira de 'garçom do Lula' foi 69 vezes superior...

  3. Doleiro ligado a Eduardo Cunha é preso em ação da Lava Jato em Brasília

    Brasil

    Doleiro ligado a Eduardo Cunha é preso em ação da Lava Jato em...

  4. PF descobre laços impróprios entre Toffoli e empreiteiro do petrolão

    Brasil

    PF descobre laços impróprios entre Toffoli e empreiteiro do petrolão

  5. Jucá desmente Renan e diz que lei contra abuso de autoridade não é ‘prioridade’

    Brasil

    Jucá desmente Renan e diz que lei contra abuso de autoridade não é...

  6. Governo e oposição se articulam para enterrar a CPI da UNE

    Brasil

    Governo e oposição se articulam para enterrar a CPI da UNE

  7. Advogada liga Toffoli e Gilberto Carvalho a máfia do DF

    Brasil

    Advogada liga Toffoli e Gilberto Carvalho a máfia do DF

  8. Presidente das Filipinas pede que cidadãos “matem drogados”

    Mundo

    Presidente das Filipinas pede que cidadãos “matem drogados”

Homem é baleado e morre em posto de gasolina em SP

Caso aconteceu no Mandaqui, na zona norte da cidade. Polícia ainda não sabe o motivo do crime. Postos sofrem com falta de combustível há três dias

- Atualizado em

Policiais socorrem o homem que foi baleado na tarde desta quarta-feira em posto de gasolina na Avenida Santa Inês, no Mandaqui, na zona norte de São Paulo. Ele chegou morto ao hospital
Policiais socorrem o homem que foi baleado na tarde desta quarta-feira em posto de gasolina na Avenida Santa Inês, no Mandaqui, na zona norte de São Paulo. Ele chegou morto ao hospital(Grizar Junior/AE/VEJA)

Um homem de 49 anos foi baleado dentro de um posto de gasolina na tarde desta quarta-feira na zona norte de São Paulo. O fato foi registrado pela Polícia Militar por volta das 13 horas na rua Santa Inês, no Mandaqui.

A vítima chegou a ser socorrida pelos agentes que atenderam a ocorrência, porém não resistiu aos ferimentos e chegou morta ao hospital. A PM ainda não sabe informar detalhes sobre o motivo que causou o tiro dentro do posto de gasolina.

O caso ocorreu no terceiro dia de greve dos caminhoneiros que abastecem os postos da capital. Mesmo após uma decisão judicial que determinava a volta da categoria ao serviço, muitos postos ainda não têm combustível para fornecer aos consumidores. A greve promoveu uma corrida aos postos da capital.

Leia também:

Petrobras: reabastecimento em SP será gradual

Kassab diz que distribuição de combustível voltou ao normal

Um homem foi assassinado a tiros em um posto de combustíveis na Avenida Santa Inês, na zona norte de São Paulo, nesta quarta-feira
Um homem foi assassinado a tiros em um posto de combustíveis na Avenida Santa Inês, na zona norte de São Paulo, nesta quarta-feira(Grizar Junior/AE/VEJA)
(Com Agência Estado)
TAGs:
Polícia Militar
São Paulo