Mais Lidas

  1. O PT assaltou até funcionários públicos endividados

    Brasil

    O PT assaltou até funcionários públicos endividados

  2. Entenda a diferença entre Inglaterra, Grã-Bretanha e Reino Unido

    Mundo

    Entenda a diferença entre Inglaterra, Grã-Bretanha e Reino Unido

  3. Gospel Ana Paula Valadão é criticada por foto no velório da avó

    Entretenimento

    Gospel Ana Paula Valadão é criticada por foto no velório da avó

  4. Zezé Di Camargo alfineta Wesley Safadão: 'Emergente'

    Entretenimento

    Zezé Di Camargo alfineta Wesley Safadão: 'Emergente'

  5. Pronto, os ingleses falaram. E falaram grosso

    Mundo

    Pronto, os ingleses falaram. E falaram grosso

  6. Laura Keller provoca Simony, a 'surtada', pelo Instagram

    Entretenimento

    Laura Keller provoca Simony, a 'surtada', pelo Instagram

  7. Roger Abdelmassih é indiciado novamente por estupros

    Brasil

    Roger Abdelmassih é indiciado novamente por estupros

  8. Como os brasileiros que vivem no Reino Unido serão afetados pela saída da UE

    Mundo

    Como os brasileiros que vivem no Reino Unido serão afetados pela...

Deputados aprovam reajuste de 61% para si mesmos

Projeto aprovado pela Câmara dos Deputados eleva os rendimentos de parlamentares, ministros e presidente ao teto do funcionalismo

Por: Gabriel Castro - Atualizado em

Deputados durante votação no plenário da Câmara
Deputados durante votação no plenário da Câmara(José Cruz/Agência Brasil/VEJA)

A Câmara dos Deputados aprovou nesta quarta-feira, em votação simbólica, a proposta que reajusta o salário de parlamentares, do presidente da república, do vice-presidente e de ministros para 26,7 mil reais - valor recebido pelos ministros do Supremo Tribunal Federal, o atual teto do funcionalismo público. A matéria segue para o Senado, que também deve aprovar a medida ainda nesta quarta-feira.

A aprovação se deu graças a uma articulação entre as lideranças de todos os partidos - exceto o PSOL. Por 279 votos a favor, 35 contra e 3 abstenções, os deputados haviam aprovado a tramitação do texto em regime de urgência, o que deu celeridade à aprovação.

O reajuste corresponde a um aumento de 61% para os paralmentares, que hoje recebem 16,5 mil reais. A medida pode criar um efeito cascata, já que o salário dos deputados estaduais e dos vereadores é vinculado ao dos federais.

Segundo a Confederação Nacional dos Municípios, o impacto com o possível reajuste nas câmaras de vereadores pode chegar a 1,8 bilhão em 2011. Para evitar essa consequência, parlamentares articulam a elaboração de uma Proposta de Emenda à Constituição (PEC) que ponha fim à vinculação.

TAGs:
Deputado
Salário