Mais Lidas

  1. Comissão tem bate-boca entre Janaína e Lindbergh por juiz que mandou prender Paulo Bernardo

    Brasil

    Comissão tem bate-boca entre Janaína e Lindbergh por juiz que...

  2. ‘Game of Thrones’: por que saber a origem de Jon Snow é importante

    Entretenimento

    ‘Game of Thrones’: por que saber a origem de Jon Snow é importante

  3. Juiz mantém prisão de Paulo Bernardo e demais investigados na Custo Brasil

    Brasil

    Juiz mantém prisão de Paulo Bernardo e demais investigados na Custo...

  4. Morre o ator Bud Spencer, ícone do western spaghetti

    Entretenimento

    Morre o ator Bud Spencer, ícone do western spaghetti

  5. Com crise financeira no RJ, Dornelles diz que Jogos podem ser 'grande fracasso'

    Brasil

    Com crise financeira no RJ, Dornelles diz que Jogos podem ser...

  6. Gleisi diz que prisão de Paulo Bernardo é 'tortura da era moderna'

    Brasil

    Gleisi diz que prisão de Paulo Bernardo é 'tortura da era moderna'

  7. Silvio Santos dá cantada e agarra 'colega de auditório'

    Entretenimento

    Silvio Santos dá cantada e agarra 'colega de auditório'

  8. Entenda a diferença entre Inglaterra, Grã-Bretanha e Reino Unido

    Mundo

    Entenda a diferença entre Inglaterra, Grã-Bretanha e Reino Unido

Datafolha: Dilma e Aécio empatam no 2º turno

No primeiro turno, Dilma marca 36%, Aécio Neves tem 20% e Eduardo Campos aparece com 8%. Índice de indecisos, brancos e nulos é alto

- Atualizado em

A presidente Dilma Roussef, o senador Aécio Neves e o governador de Pernambuco, Eduardo Campos
DISPUTA APERTADA – A presidente-candidata Dilma Rousseff, o tucano Aécio Neves e Eduardo Campos(Antonio Cruz/ABr e Dida Sampaio/Estadão Conteúdo/VEJA)

A pesquisa Datafolha divulgada na noite desta quinta-feira trouxe duas más notícias para a presidente-candidata Dilma Rousseff (PT). A primeira é que a tendência de a eleição ser decidida no segundo turno ganhou consistência. E a segunda, esta sim uma grande novidade: pela primeira vez, quando o adversário é Aécio Neves (PSDB), o cenário é de empate técnico.

Segundo a pesquisa, encomendada pelo jornal Folha de S.Paulo e pela TV Globo, Dilma marca 36% da preferência do eleitorado, Aécio tem 20%, e Eduardo Campos (PSB), 8%. Pastor Everaldo, do PSC, aparece com 3%. Os demais candidatos, somados, têm 8%. Outros 13% dos entrevistados disseram que pretendem votar em branco ou nulo, e 14% não souberam responder.

Em relação à pesquisa anterior, nos dias 1º e 2 de julho, Dilma oscilou dois pontos percentuais: de 38% para 36%. O tucano manteve 20%, e Campos oscilou de 9% para 8%.

O índice de rejeição a Dilma subiu três pontos em quinze dias: de 32% para 35%. No caso de Aécio, a oscilação foi de 16% para 17%. Campos manteve os 12%.

2º turno - O instituto simulou dois cenários para o segundo turno. Quando Dilma enfrenta Aécio, o resultado foi um empate técnico de 44% a 40% a favor da petista - a margem de erro é de dois pontos percentuais para mais ou para menos. Contra Campos, Dilma venceria por 45% a 38%.

O Datafolha ouviu 5.377 eleitores em 223 municípios nesta terça e quarta-feira. A pesquisa foi protocolada no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) sob o registro BR-00219/2014.

Leia também:

Com 54%, Alckmin seria reeleito no 1º turno em SP

No Rio de Janeiro, Garotinho e Crivella empatam com 24%

Pesquisa Datafolha

Desempenho dos três principais candidatos à Presidência da República

Fonte: Datafolha
TAGs:
Dilma Rousseff
Aécio Neves
Datafolha
Eduardo Campos
Eleições
Pesquisas Eleitorais