São Paulo

Com martelo e faca, homem ataca seguranças da Defensoria Pública

Duas pessoas ficaram feridas. Uma delas está internada em estado grave, com um ferimento na cabeça. A outra teve um corte e já foi liberado

Carolina Freitas
Homem armado com faca é detido após invadir o prédio da Defensoria Pública em São Paulo

Homem é detido após agredir seguranças no prédio da Defensoria Pública em São Paulo (Mário Angelo/Sigmapress/Folhapress/VEJA)

Armado com um martelo e uma faca, um homem atacou na manhã desta quarta-feira dois seguranças da Defensoria Pública de São Paulo, no centro da capital paulista. Eram 7h40 quando o agressor chegou ao setor de atendimento do órgão e desferiu um golpe contra o vigilante. Quando tentava ajudar o colega e conter o homem, outro segurança foi ferido. 
 
Os dois foram levados ao pronto-socorro do Hospital do Servidor Público Municipal, nas proximidades. A Polícia Militar chegou a tempo de prender o agressor, que está detido na Central de Flagrantes da 1ª Delegacia Seccional, no centro. Ele deve ser ouvido ainda nesta quarta, assim como testemunhas e uma das vítimas, que está em boas condições de saúde. A polícia não informou o nome do acusado.
 
De acordo com o hospital e a Secretaria Municipal de Saúde, um dos seguranças, de 44 anos, está internado em estado grave na clínica neurocirúrgica. Ele tem um ferimento sério na cabeça, possivelmente causado pelo martelo. O outro ferido, de 47 anos, chegou ao pronto-socorro com um corte, já suturado, e foi liberado.
 
Após o incidente, o local foi isolado para a realização de perícia e o atendimento da Defensoria teve de ser suspenso até as 10h30.

Assinaturas



Editora Abril Copyright © Editora Abril S.A. - Todos os direitos reservados