Mais Lidas

  1. A selvageria continua: bandidos fazem ofensiva para difamar vítima de estupro coletivo

    Brasil

    A selvageria continua: bandidos fazem ofensiva para difamar vítima...

  2. Luana Piovani tem nude disparado pelo marido

    Entretenimento

    Luana Piovani tem nude disparado pelo marido

  3. Pedro Corrêa faz relato contundente de envolvimento de Lula no petrolão

    Brasil

    Pedro Corrêa faz relato contundente de envolvimento de Lula no...

  4. Polícia tenta identificar bandidos que praticaram estupro coletivo em favela do Rio de Janeiro

    Brasil

    Polícia tenta identificar bandidos que praticaram estupro coletivo...

  5. Vítima de estupro coletivo no Rio presta novo depoimento

    Brasil

    Vítima de estupro coletivo no Rio presta novo depoimento

  6. Família Obama já escolheu onde vai morar após deixar a Casa Branca

    Mundo

    Família Obama já escolheu onde vai morar após deixar a Casa Branca

  7. Polícia pede a prisão de quatro suspeitos de estupro coletivo no Rio

    Brasil

    Polícia pede a prisão de quatro suspeitos de estupro coletivo no Rio

  8. Em novo áudio, Renan diz que tentou evitar recondução de Janot à PGR

    Brasil

    Em novo áudio, Renan diz que tentou evitar recondução de Janot à PGR

Bicheiro Anísio, da Beija-Flor, é preso em Copacabana

Patrono da escola de samba de Nilópolis é um dos acusados de comandar quadrilha de contraventores. Ex-prefeito de Teresópolis foi um dos alvos da ação em dezembro

- Atualizado em

Roberto Carlos e Anísio: simpatia é quase amor
Anísio ao lado do cantor Roberto Carlos: bicheiro tem influência entre artistas e autoridades(AGNews/VEJA)

O bicheiro Aniz Abraão David, patrono da escola de samba Beija-Flor de Nilópolis, foi preso na manhã desta quarta-feira em Copacabana, na zona sul do Rio. Anísio, como é conhecido, tinha obtido um habeas corpus que o livrou de uma prisão temporária, decretara a partir da investigação que deu origem à Operação Dedo de Deus, da Polícia Civil. Desta vez, policiais da Corregedoria de Polícia Civil obtiveram na Justiça um mandado de prisão preventiva.

A Operação Dedo de Deus ficou famosa por uma imagem: o helicóptero da Polícia Civil parado acima da cobertura do bicheiro, para o desembarque de agentes - que não o encontraram em casa. Um dos acusados de ligação com o crime na ação é o ex-prefeito de Teresópolis Mário Tricano, acusado de chefiar um braço da organização criminosa e de ser sócio de chefões do jogo do bicho.

LEIA TAMBÉM:

Polícia prende chefes da contravenção e ex-prefeito de Teresópolis

Bicheiros escondiam fortuna no esgoto

TAGs:
Crime
Crime Organizado
Rio de Janeiro
Carnaval