Tarja aviação no limite

Aviação

Aumenta cancelamentos de voos da Gol; atrasos em todo o País também crescem

Dos 540 voos domésticos previstos até às 16 horas da companhia aérea Gol, 294 (54.4%) registraram atrasos de pelo menos meia hora e 59 (10.9%) foram cancelados

Movimento no Aeroporto André Franco Montoro em Guarulhos, São Paulo, onde vários vôos da Gol sofreram atrasos

Movimento no Aeroporto André Franco Montoro em Guarulhos, São Paulo, onde vários vôos da Gol sofreram atrasos, 02/08/2010 (Hélvio Romero/AE/VEJA)

Desde o final de semana, passageiros que compraram bilhetes da empresa enfrentaram problemas para embarcar devido aos cancelamentos e atrasos acima do normal.

No total, segundo a Empresa Brasileira de Infraestrutura Aeroportuária (Infraero), 26% dos 1521 voos - equivalente a 396 - programados no país tiveram atrasos. Outros 80 (5.3%) foram cancelados.

Em nota, a companhia afirmou que alguns membros das tripulações atingiram o limite de horas de jornada de trabalho previsto na regulamentação da profissão e foram impossibilitados de seguir viagem, gerando um efeito em cadeia. Além disso, segundo a Gol, o fim de semana foi atípico, com retorno de férias escolares.

De acordo com a Gol, foram acionados tripulantes extras e destacadas equipes de monitoramento nos aeroportos, especialmente designadas para tomar medidas emergenciais de atendimento, caso seja necessário.

Veja a íntegra da nota divulgada pela empresa

"Na ocasião, algumas tripulações atingiram o limite de horas de jornada de trabalho previsto na regulamentação da profissão e foram impossibilitadas de seguir viagem, gerando um efeito em cadeia", disse a empresa, em nota. A Gol explicou, também, que finalizava a implementação de um novo sistema de processamento das escalas dos pilotos e comissários e tudo isso se desenrolou "num fim de semana de pico de movimento, com retorno de férias escolares.

A empresa trabalha intensamente para normalizar a situação de seus voos: acionou tripulantes extras e destacou equipes de monitoramento nos aeroportos. Elas foram especialmente designadas para tomar medidas emergenciais de atendimento, caso seja necessário".

(Agência Estado)

Assinaturas



Editora Abril Copyright © Editora Abril S.A. - Todos os direitos reservados