Eleições 2012

Após prévias, PSDB fará evento para militantes em SP

Direção do partido quer reunir, após divulgação do resultado, os três pré-candidatos para um pronunciamento conjunto - e tentar provar unidade

Carolina Freitas
Montagem dos pré-candidatos do PSDB a prefeitura de São Paulo, José Anibal, José Serra e Ricardo Trípoli

Os pré-candidatos do PSDB à prefeitura de São Paulo, José Aníbal, José Serra e Ricardo Trípoli (Alexandre Moreira/Brazil Photo Press e Rodrigo Capote/Folhapress)

O PSDB prepara um evento na Câmara Municipal de São Paulo para receber, depois das prévias, no domingo, os militantes do partido. Cerca de 500 pessoas acompanharão em um anfiteatro localizado na área externa do edifício a apuração dos votos e o anúncio do candidato tucano à prefeitura da capital. A direção do partido quer reunir no local, para um pronunciamento conjunto após a divulgação do resultado, os três pré-candidatos: o deputado federal Ricardo Trípoli, o ex-governador José Serra e o secretário estadual de Energia, José Aníbal.
 
A aparição dos três, juntos, será uma tentativa de demonstrar unidade, em um partido que, nas duas últimas eleições, entrou na disputa rachado. É a primeira vez na cidade que o PSDB chegará ao nome do candidato a prefeito por meio de prévias. 
 
Segurança - O diretório municipal do partido cercou-se de cuidados para garantir a segurança da votação. O PSDB alugou 116 tablets e comprou a licença para uso de um programa similar ao das urnas eletrônicas, com dados criptografados e transmissão online das informações para uma central – o que deve tornar a apuração, a partir das 16 horas, muito rápida. Haverá dois tablets disponíveis em cada uma dos 58 diretórios zonais. Se houver pane, já estão prontas cédulas em papel. 
 
O partido designou um mesário e um presidente de seção para trabalhar em cada local de votação. Essas equipes passam, até quarta-feira, por um treinamento de três dias com a empresa de tecnologia que desenvolveu o programa de votação. O PSDB tem na cidade 20.000 filiados e a expectativa é que ao menos 5.000 compareçam às urnas, das 9 horas às 15 horas de domingo. 
 
Como nas eleições organizadas pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE), os pré-candidatos tiveram o direito de designar fiscais para acompanhar o andamento da votação nas zonais. Diferente do processo organizado pela Justiça Eleitoral, no entanto, não há punição para quem praticar boca de urna: os candidatos podem fazer campanha até no dia das prévias. E ninguém duvida de que eles aproveitarão cada minuto até lá para isso.

Assinaturas



Editora Abril Copyright © Editora Abril S.A. - Todos os direitos reservados