Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Venezuela: regime confisca fazendas de opositores

Produtores que tiveram a terra confiscada participaram de protestos contra Nicolás Maduro

O governo de Nicolás Maduro assumiu o controle de oito fazendas em seis municípios de Tachira, na Venezuela. O anúncio foi feito presidente do Instituto Nacional de Terras (INTI), José Ávila.

Segundo Ávila, o INTI, que é um órgão governamental ligado ao Ministério da Agricultura, decidiu “revogar as ferramentas agrícolas” dos produtores após uma inspeção nestas fazendas apontar o envolvimento dos produtores no chamado trancazo, protesto da oposição que bloqueou ruas e avenidas e impediu, por quatro dias, no começo de maio, o acesso e distribuição de alimentos e combustível de Tachira. “Tivemos conhecimento da participação em atos de vandalismo, por produtores que se dedicaram a financiar e promover ações que impediram a passagem dos alimentos e combustível”, disse Ávila.

O confisco das terras foi justificado pela existência de terceirização e venda sem autorização do Instituto. Os agricultores recebem financiamento do governo e estas propriedades estariam irregulares por causa destas infrações.

O presidente do INTI que observou que a medida, que transfere o controle das terras para a Força Armada Nacional Bolivariana, afetou “apenas um pequeno grupo de produtores (oito) de um total de 4.800 registados em Tachira”.

A intervenção do governo é mais um capítulo do rompimento de Maduro com a democracia na Venezuela. O país vive em estado de exceção, que restringe as garantias constitucionais, desde janeiro de 2016. Nas últimas sete semanas, 46 pessoas foram mortas e mais de 13.000 feridas pela violenta repressão de Maduro à população, que têm ido às ruas diariamente para exigir eleições, a libertação de ativistas presos, ajuda humanitária estrangeira para amenizar a crise econômica e autonomia para o Legislativo controlado pela oposição.

Comentários

Não é mais possível comentar nessa página.

  1. 🇺🇸

    Curtir

  2. Gabriel Brito Vieira

    Esquerdistas vagab&ndos filhos da p$ta.

    Curtir

  3. Juvenil Neves

    O Brasil e o resto da América “latrina”, nada. Nenhum “movimento” mais forte contra da ditadura na Venezuela. Países covardes, omissos. Por isso, continuamos e continuaremos a pertencer no 3º mundo e sem respeito pelos países mais adiantados.

    Curtir