Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

UE: Argentina vai sofrer consequências por muito tempo

Em resposta oficial, Buenos Aires afirma que 'não vai sofrer, mas sim desfrutar'

A União Europeia (UE) alertou, por meio de seu comissário de comércio, Karel de Gucht, que a Argentina vai sofrer as consequências pela expropriação da YPF por muito tempo, afirmou nesta terça-feira o jornal argentino Clarín.

Gucht disse também que a UE “fará tudo que está em seu poder” para apoiar a Espanha na disputa.

Leia também:

Leia também: Governo argentino quer concluir expropriação da YPF em 10 dias

As declarações foram dadas em um fórum de relações comerciais entre o bloco europeu e a América Latina e Caribe, em Bruxelas. A Espanha afirmou, na segunda-feira, que a Argentina estaria procurando outro sócio estrangeiro para a YPF, medida que o comisário europeu considerou “discriminatória”.

Resposta – Logo após a declaração de Gucht, o ministro do interior argentino, Florencio Randazzo, afirmou que o país não vai “sofrer as consequências” por expropriar a YPF, mas sim “desfrutar” delas, pois serão “absolutamente favoráveis para o desenvolvimento nacional”.